21.3 C
Tamboré
sexta-feira, 24 maio 2024
Publicidade • Anuncie Aqui

Barueri e Santana de Parnaíba estão entre as top 10 das cidades mais competitivas do país

Publicidade • Anuncie Aqui

Barueri e Santana de Parnaíba estão entre os top 10 dos municípios mais competitivos do país, de acordo com o Ranking de Competitividade e Sustentabilidade dos Municípios, elaborado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), divulgado na quarta-feira (23).

Barueri conquistou o 3º lugar, atrás de Florianópolis (1ª colocação) e São Paulo (2ª posição), e alcançou uma nota geral perante todo o Brasil de 64,3.

A cidade se destacou nos critérios inserção econômica, sustentabilidade fiscal, inovação e dinamismo econômico, além de qualidade da educação, segurança, entre outros.

Santana de Parnaíba aparece na 9ª posição da lista nacional, com melhores avaliações em sustentabilidade fiscal e saúde.

Qualidade de vida

O diretor do CLP, Tadeu Barros, explica que qualificar uma cidade como competitiva representa a qualidade de vida dos moradores. “Quando a gente traz essa lógica, esse conceito de competitividade, a gente faz uma migração do conceito de competitividade do setor privado para o setor público. E como que a gente interpreta essa palavra para o setor público? Enxergamos como bem-estar social, como qualidade de vida”, disse.

“Então, um município competitivo é aquele que entrega serviços públicos. É aquele que atende o cidadão da melhor forma possível, em que o cidadão tenha a melhor qualidade de vida possível”, destacou.

O Ranking

A pesquisa avaliou 410 cidades brasileiras, todas com população acima de 80 mil habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) atualizados em 2022.

Para o levantamento, o CLP utilizou 65 indicadores de áreas que são consideradas fundamentais para a competitividade municipal. São analisados, por exemplo, a taxa de matrícula no ensino básico, o tempo para abertura de empresa e a velocidade de desmatamento ilegal. Esses dados foram retirados de cerca de 35 bancos de dados públicos.

O estudo analisa três dimensões (Instituições, Sociedade e Economia) e 13 pilares (Sustentabilidade Fiscal, Funcionamento da Máquina Pública, Meio Ambiente, Acesso à Saúde, Qualidade da Saúde, Acesso à Educação, Qualidade da Educação, Segurança, Saneamento e Meio Ambiente, Inserção Econômica, Inovação e Dinamismo Econômico, Capital Humano e Telecomunicações) que se dividem em 65 indicadores.

Você sabia? O Jornal de Barueri também está no Google Notícias.
Inscreva-se agora e fique sempre atualizado com as últimas notícias.
show-notify-twitter

JB Stories

Leia Também

Publicidade • Anuncie Aqui
Publicidade • Anuncie Aqui
Publicidade • Anuncie Aqui

Leia Também