27.3 C
Tamboré
domingo, 25 fevereiro 2024
Publicidade • Anuncie Aqui

Discussão em padaria no Bethaville termina com ameaça de morte e BO pedindo previsão preventiva

Publicidade • Anuncie Aqui

A proibição do uso de notebook dentro das dependências do Empório Bethaville, no bairro de mesmo nome em Barueri, quase terminou em tragédia nesta quinta-feira (1), quando um grupo de amigos foi ameaçado pelo dono do estabelecimento, Silvio Mazzafiori. O caso começou quando quatro amigos tomavam café no local e foram abordados pelo empresário, que informou sobre uma “lei” dentro do Restaurante e Padaria que proíbe o uso do equipamento. “Eu determino o que é dentro do meu estabelecimento. Você está comercializando alguma coisa dentro do meu estabelecimento, aí é proibido”, afirmou Silvio no vídeo, que foi gravado por uma das pessoas na mesa (veja o vídeo neste link).

O dono do notebook, então, fecha o equipamento, mas Silvio pede para que o cliente o retira também da mesa, momento que uma discussão ainda mais acalorada se inicia. O empresário, alterado, chama o cliente para “ir lá fora”. “Você não é homem? Vamos lá fora, você é um bxsta”, diz. Neste momento, Silvio dá um tapa na mão do cliente, que filma toda a ação.

A situação piora fora do estabelecimento, mesmo com a presença de uma viatura da Polícia Civil e de agentes, que na opinião de uma das vítimas são “amigos do dono, já que não fizeram nada”. Silvio pega um pedaço de pau e segue ameaçando a todos, mas leva um tombo o que o impede de seguir. Ainda assim grita “vou m@tar esse cara”.

Notícia crime

Allan Barros, uma das pessoas na mesa, que foi ameaçado de morte, gravou um vídeo neste sábado (3) em suas redes sociais e disse que registrou notícia crime contra o dono do Empório Bethaville. “Tenho que vir a público porque o caso viralizou. Não foi só comigo, tive relatos de que há anos isso acontece naquele local. É um absurdo, você não poder usar um notebook enquanto toma café, não existe ser expulso de um estabelecimento, ser perseguido com um pedaço de pau, é inadmissível, surreal, ser ameaçado de morte. Se ele não caísse, eu não sei o que poderia acontecer”, relata. Ao lado do advogado, Leonardo Bueno Dechatnik, Allan registrou, na Delegacia de Barueri, BO de notícia crime com pedido de prisão preventiva.

A reportagem tentou contato pelas redes sociais do Empório Bethaville, porém o estabelecimento deletou todas as contas.

Você sabia? O Jornal de Barueri também está no Google Notícias.
Inscreva-se agora e fique sempre atualizado com as últimas notícias.
show-notify-instagram

JB Stories

Leia Também

Publicidade • Anuncie Aqui
Publicidade • Anuncie Aqui
Publicidade • Anuncie Aqui

Leia Também