Doutor Rogério nega ter mantido funcionários fantasmas

    Em seu primeiro pronunciamento sobre o novo caso, vereador de Parnaíba diz que ainda não foi ouvido pelo MP

    0
    1537
    Legislador responde a segundo caso de irregularidades neste ano (Foto: Divulgação)

    Com um segundo processo de cassação em andamento, o vereador de Santana de Parnaíba Doutor Rogério (PC do B) negou nesta terça-feira (19) ter mantido funcionários fantasmas, conforme denúncia apresentada pelo Ministério Público.

    O parlamentar disse ainda que não foi ouvido pelo MP e criticou o fato da abertura do processo de cassação ter sido feita antes do julgamento do judiciário.

    “Posso afirmar que [as duas funcionárias] nunca deixaram de cumprir o horário do expediente”, disse o parlamentar. “A denúncia se baseia em testemunha anônima, por um conhecido desafeto que por vingança e vantagem financeira faz qualquer coisa para nos prejudicar”, ressaltou.

    O parlamentar alega sofrer perseguição política por fazer oposição ao prefeito Elvis Cezar (PSDB) e disse que outros parlamentares respondem a processos, mas não tiveram pedidos de cassação aceitos na Casa.

    “Não há manobra desta Câmara Municipal até porque coloquei um pedido contra mim e contra o prefeito, de forma democrática. Quem delibera é o plenário. Não temos nada contra o vereador Rogério. Infelizmente, o artigo diz que chegou o processo, temos que passar para o plenário”, disse o presidente da Câmara, Marcos Tonho (PSDB).

    O pedido de cassação de Rogério será analisado por uma comissão processante, composta por Sabrina Colela (PSC), Nilson Martins (PHS) e Hugo Silva (PHS).

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.