Barueri sobe duas posições no PIB nacional e região tem alta de 5%

    Osasco segue como oitava maior economia do Brasil e segunda do estado, de acordo com IBGE

    0
    4679

    Com um crescimento de 5%, a cidade de Barueri subiu duas posições entre as maiores economias das cidades brasileiras. De acordo com o IBGE, o município somou R$ 47,7 bilhões em seu PIB (Produto Interno Bruto), que considera todas as riquezas produzidas. Com o valor, a cidade ocupa a 14ª posição no país e a quinta no estado de São Paulo.

    Os dados são de 2015 e foram divulgados nesta quinta-feira (14) pelo Instituto. O município apresentou alta semelhante ao restante da região oeste da Grande São Paulo, que produziu R$ 151 bilhões no período, 5% a mais do que em 2014.

    A região segue com Osasco como principal motor econômico, com uma produção de R$ 65 bilhões. Os osasquenses perdem apenas para outras sete capitais de estado e e são os segundos no estado de São Paulo, na frente de Guarulhos e São Bernardo do Campo.

    Completam a lista das 100 primeiras maiores economias Cotia e Itapevi, com R$ 10,6 bilhões e R$ 10,2 bi, respectivamente.

    Por outro lado, três cidades apresentaram uma baixa em seu PIB entre 2014 e 2015: Jandira, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba.

    Cidades 2015 2014
    Barueri  R$              47.793.106,29 R$              45.571.481,91
    Carapicuíba  R$                5.115.508,66  R$               4.789.524,35
    Cotia  R$             10.639.277,56  R$             10.531.866,31
    Itapevi  R$             10.278.995,46  R$               9.790.031,18
    Jandira  R$                3.291.025,81  R$               3.315.502,01
    Osasco  R$              65.872.535,11  R$             60.834.519,81
    Pirapora do Bom Jesus R$                   371.896,41  R$                 378.963,29
    Santana de Parnaíba R$                 7.832.604,59 R$               8.491.361,92
     Total  R$            151.194.949,88  R$           143.703.250,77

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.