EMTU confirma que obras do Corredor Oeste serão retomadas neste mês

0
187
corredor oeste metropolitano
O Estado vai investir R$66,9 milhões nas obras (Divulgação/Secom Barueri)

Anunciado em 2011, o Corredor Oeste Metropolitano Itapevi-SP, que promete turbinar a mobilidade urbana na região e desafogar o trânsito, deve sair finalmente do papel.

A retomada da obra foi anunciada pelo governador Rodrigo Garcia, durante visita à Barueri, em maio. Na ocasião, o governador afirmou que a obra enfrentou desafios, como a remoção de pessoas que residiam onde o Corredor vai passar. “Recentemente, o Supremo Tribunal Federal autorizou que fizéssemos a remoção por meio do aluguel social destinado às famílias”, explicou.

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), responsável pelo projeto, confirmou à reportagem que os trabalhos devem iniciar ainda neste mês. A conclusão está prevista para o final de 2023.

O corredor metropolitano prevê a saída de Itapevi, ligando Jandira, Barueri, Carapicuíba e Osasco até São Paulo.

Em seu projeto original, a proposta tem 23,6km de extensão. Na cidade, deve passar pela Avenida Marechal Rondon, Rua Anhanguera, Estrada de Jandira, e Avenida Municipal, sendo uma alternativa de deslocamento para milhares de pessoas.

O traçado começa na Estação Itapevi, da CPTM, e vai até Terminal Amador Bueno (Vila Yara), na divisa entre Osasco e São Paulo.

Ligação
O trecho de 2,2km fará a ligação do Terminal de Carapicuíba até o Terminal Luiz Bortolosso (km 21) pelas avenidas Governador Mário Covas, desembargador Dr. Luís Eduardo Cunha de Abreu e Av. dos Autonomistas, em Osasco.

O Estado vai investir R$66,9 milhões nas obras. A demanda prevista em todo o Corredor Itapevi – São Paulo é de 50 mil passageiros por dia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.