São Paulo é uma das piores cidades para trabalhar, aponta ranking mundial

0
138
estudo são paulo emprego
Estudo analisou sucesso da promoção do equilíbrio entre vida profissional e social (Agência Brasil)

De acordo com o estudo Equilíbrio entre Trabalho e Vida Pessoal, organizado pela Kisi, empresa de tecnologia em nuvem, São Paulo é um dos piores lugares para trabalhar no mundo.

O ranking classificou cem municípios, em diversos países, com base no sucesso da promoção do equilíbrio entre vida profissional e social para os cidadãos, ao considerar as consequências da alta da inflação, pandemia e reflexos da guerra na Ucrânia.

São Paulo é a única cidade brasileira que aparece na lista, porém a capital paulista está entre as mais mal avaliadas e ocupa a 97ª posição do ranking, com 66.5 pontos.

O levantamento ainda classificou os municípios onde as pessoas passam mais tempo trabalhando. São Paulo está na 76ª posição das cidades sobrecarregadas com 11,8% dos trabalhadores fazendo hora extra, segundo o levantamento.

Bem avaliadas

Os locais mais bem posicionados no ranking são Oslo (100 pontos), capital da Noruega, Berna (99.4), capital da Suíça, Helsinque (99.2), capital da Finlândia, Zurique (96.3), também na Suíça, e Copenhague (96.2), capital da Dinamarca.

Avaliação

Foram analisados mais de 130 indicadores, obtidos por meio de relatórios de organizações internacionais, ONGs, conjuntos de dados de acesso aberto, pesquisas públicas e plataformas com base de dados coletivos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.