Prefeitura alerta para doença Esporotricose que causa lesões em gatos

0
360
Atualmente, a equipe Agente de Controle e Prevenção às Endemias (ACE) intensificou os trabalhos de buscas ativas de novos casos nos bairros Engenho Novo e Tamboré. (Foto: Ricardo Santos/Secom Barueri)

Entre 2019 e o início de junho de 2021, foram diagnosticados 43 gatos com a doença em oito bairros da cidade

A Prefeitura de Barueri realiza uma campanha para alertar sobre a esporotricose. Trata-se de uma doença que atinge os gatos com lesões gomosas, principalmente na face, membros e cauda e que podem se disseminar comprometendo o corpo. A doença também pode ser transmitida para humanos, principalmente quando estes forem arranhados por animais infectados.

Segundo informações do Departamento de Zoonoses de Barueri, entre 2019 e o início de junho de 2021, foram diagnosticados 43 gatos com a doença em oito bairros da cidade, entre eles, Jardim Júlio, Jardim Líbano, Jardim Paulista, Engenho Novo, Jardim dos Camargos e Alphaville/Tamboré.

Atualmente, a equipe Agente de Controle e Prevenção às Endemias (ACE) intensificou os trabalhos de buscas ativas de novos casos nos bairros Engenho Novo e Tamboré, atuando e informando as pessoas acerca dos cuidados sobre a doença.

“A transmissão é feita principalmente a partir da inoculação do agente presente em unhas ou dentes de gatos infectados, por arranhões ou mordeduras. A doença pode também ser transmitida através de brigas e disputas entre esses animais”, alertou Marta Chaves Pereira de Lima, da Coordenadoria Técnica de Vigilância em Saúde.

Prevenção
Como parte da prevenção, a gestão destaca a importância de levar o animal ao veterinário regularmente. Também é recomendável castrá-lo. Quanto aos donos, é preciso usar luvas para atividades de jardinagem (a fim de evitar o contato com o fungo) e se protegerem caso seus gatos de estimação apresentem a doença.

Caso o gato apresente lesões que não cicatrizam, a orientação dos técnicos da Zoonose é a de o responsável pelo animal procurar o atendimento veterinário para tratamento, além de não permitir que o gato vá para a rua.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.