Para alertar sobre a importância da saúde mental, Barueri realizará ações no Setembro Amarelo

0
442
Na cidade, quem precisar de apoio mental pode procurar a UBS mais próxima de casa e agendar atendimento. (Foto: Divulgação/Secom Barueri)

Tema trabalhado neste ano será “Sua vida nos importa, Barueri te acolhe” e a cidade terá atividades nas UBSs

Tristeza, insônia, irritação, angústia e/ou medo e crises de choro. Estes foram os sintomas mais recorrentes durante a pandemia da Covid-19, segundo levantamento chamado “Saúde Mental na Pandemia”, divulgado recentemente.

Com o objetivo de alertar sobre a importância de prevenir problemas de saúde mental, neste mês, acontece a campanha Setembro Amarelo. Em Barueri, o tema trabalhado neste ano será “Sua vida nos importa, Barueri te acolhe” e a cidade terá diferentes ações nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

No dia 10, às 8h, haverá uma roda de conversa na UBS Julio Lizart (Rua Orinoco, 136, Vale do Sol). Já no dia 15, às 14h, será montado um espaço de escuta com profissionais da equipe do Consultório na Rua, no Boulevard Central. A programação completa está no site da gestão (barueri.sp.gov.br).

Na cidade, quem precisar de apoio mental pode procurar a UBS mais próxima de casa e agendar atendimento. Para casos de urgência, como surtos, os pacientes podem ser levados diretamente a um dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) sem necessidade de agendamento.

Especialista
A psicóloga Ligia Matsumoto afirmou que, na pandemia, foi possível notar um aumento de pacientes com angústia, sintomas ansiosos e depressão. Segundo ela, é preciso ficar atento a sinais que podem identificar quando alguém precisa de ajuda, como alterações de humor, desesperança e isolamento.

“A pandemia trouxe reflexões sobre a nossa existência. O aumento dos sintomas psíquicos e dos transtornos mentais tem diversas causas, como perdas sofridas e impactos econômicos. É importante oferecer acolhimento às pessoas que possam estar passando por alguma crise”, explicou.

A psicanalista Andrea Ladislau destacou que a procura dos profissionais no processo de luto também cresceu.

“Muitas pessoas em tempos de pandemia perderam pessoas próximas e, às vezes, mais de uma pessoa em um curto espaço de tempo. A psicologia ou a psicanálise podem promover uma escuta ativa e atenta para auxiliar o indivíduo a compreender e viver todas as etapas do luto”, apontou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.