“Não passava de um covarde, machista”, dispara Antonia Fontenelle após morte de Batoré

0
681
Antonia Fontenelle Batore
Reprodução

Antonia Fontenelle voltou a causar polêmica ao comentar a morte do humorista Ivanildo Gomes Nogueira, o Batoré, vítima de um câncer, aos 61 anos, nesta segunda-feira (10). “Não passava de um cara covarde, machista”, declarou ela.

Os dois eram desafetos e em 2019 Antonia Fontenelle entrou com processo na Justiça contra o humorista por danos morais após Batoré chamá-la de “rapariga”, em resposta a declarações dela sobre o estado de Alagoas.

“Hoje morreu um cearense, que todos chamam de humorista, e que pra mim ele não passava de um cara covarde, machista e que me apontou, me julgou, foi cruel, foi covarde comigo, sem nunca ter me visto na vida, sem nunca eu ter feito nada com ele, do Batoré. Agora um monte de gente: coitadinho, Batoré morreu!. Coitadinho o c*, não é porque ele morreu, que ele passou a ser santo e vai morar com Deus”, disparou a influenciadora.

Nascido em Serra Talhada, em Pernambuco, Batoré morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pirituba, em São Paulo. O humorista despontou com seu personagem principal no programa “A Praça é Nossa”, no SBT. Em 2016, na Globo, participou da novela “Velho Chico”, no papel do Delegado Queiroz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.