Moradora de Barueri se destaca com restaurante de massas frescas

0
250
Em seu restaurante, Beatriz traz pratos com releitura das receitas tradicionais, atrelando criatividade, preços acessíveis e atendimento personalizado. (Foto: Adriano Sobral)

Beatriz Fernandes inaugurou o Manarillo Bistrô em plena pandemia e hoje o local chama atenção por sua comida afetiva

Foi em plena pandemia que a moradora de Barueri Beatriz Fernandes e seu marido, Ilder Duarte, tornaram realidade um sonho que parecia distante: construir uma marca no ramo alimentício. É que em junho de 2020, eles inauguraram o Manarillo, restaurante que oferece massas frescas artesanais. 

“Meu esposo parou de trabalhar e vimos nessa situação delicada uma possibilidade de colocar em prática o nosso sonho. Para ganhar um dinheiro extra e dar o primeiro passo, pensamos em atuar na forma de delivery. Após três meses, tínhamos ganhado inúmeros clientes e decidimos largar tudo para nos dedicar em tempo integral ao restaurante”, explicou Beatriz. 

Em abril deste ano, o casal abriu uma loja física em Alphaville e o resultado tem sido positivo. Prova disso é que eles estão ampliando o restaurante para um espaço com o dobro do tamanho. 

Segundo Beatriz, o grande diferencial da marca está nos pratos com releitura das receitas tradicionais, atrelando criatividade, preços acessíveis e atendimento personalizado. 

“A paixão por massas existe desde criança. Quando adulta testei algumas receitas de massas frescas artesanais e vi a grande diferença das tradicionais de mercado. Queríamos criar uma comida afetiva, que demonstrasse carinho e um tratamento humanizado”, disse. 

Para o futuro, Beatriz, que largou a carreira em Engenharia de produção, quer se especializar mais e fazer sua marca crescer. “Desejamos criar uma marca consolidada no mercado, com unidades em diferentes regiões do Brasil”, destacou. 

O Manarillo Bistrô fica na Av. Andrômeda, 885, no Mall Brascan (@manarillo). 

Hobby que virou profissão 

A culinária está presente na vida de Beatriz desde que era nova. Mas segundo ela, tudo era visto apenas como um hobby. 

“Quando cheguei na fase adulta, acabei assumindo o posto de cozinheira nas viagens e nos encontros entre amigos. Nos últimos três anos, cozinhar se tornou cada vez mais recorrente e enxerguei uma possibilidade de empreender na área”, apontou. 

Hoje, a moradora da cidade destacou que o sentimento é de realização. “Não dá nem para acreditar que em menos de um ano o sonho virou realidade”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.