Centro de Triagem de Barueri passa por reformas para atender mais de 3 mil animais

0
187
reforma cetas barueri
A obra está prevista para ser concluída em outubro (Divulgação/Secom Barueri)

O Centro de Triagem de Animais Silvestres de Barueri (Cetas) está passando por reformas para ampliar e melhorar o recebimento, suporte veterinário e repatriação ou encaminhamento a centros especializados de espécies vítimas de tráfico, devolução voluntária, entre outras.

Segundo a gestão, antes do prédio passar por obras, eram recebidos, anualmente, uma média de 1.519 animais. Agora, com a ampliação, a expectativa é dobrar essa capacidade, chegando a cerca de 3 mil atendimentos.

De acordo com a prefeitura, a reforma teve início em março e a conclusão está prevista para outubro. A obra abrange uma área de 251,13m2 com áreas de recepção, triagem, 10 salas de quarentena, depósito, área de lavagem, administração com oito estações de trabalho, direção, copa, refeitório com 12 lugares e dois vestiários (feminino e masculino).

Referência

O secretário de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri (Sema), Marco Antônio de Oliveira (Bidu), pasta responsável pelo Cetas, disse que a reforma é importante para que os animais possam ser recepcionados com mais qualidade, além de aumentar a quantidade de espécies atendidas. “O Cetas de Barueri é uma referência regional, por isso precisamos dessa reforma para ampliar e melhorar o atendimento aos animais silvestres e manter a excelência do nosso trabalho”, reforçou.

Atendimentos

No ano passado, a unidade recebeu 1.924 animais. Já em 2022, até o dia 19 de julho, foram 1.055. Eles ficam em quarentena, em média, de 30 a 40 dias, o que pode variar de acordo com o estado de saúde de cada um. Foram soltos em 2021, 831 espécies. De janeiro a junho de 2022, foram soltos 359 animais e repatriados 214, uma média de 74 animais por mês.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.