De janeiro a julho deste ano, Barueri realizou mais de 7 mil consultas com psicólogos

0
374
Para conseguir um atendimento, é preciso ir até a Unidade Básica de Saúde (UBS) e pedir um encaminhamento. (Foto: Divulgação/Secom Barueri)

Durante a pandemia da Covid-19, a prefeitura adotou a estratégia de teleatendimentos e visitas domiciliares

Nesta sexta-feira (27) foi celebrado o Dia do Psicólogo, importante profissional que estuda a analisa o comportamento e os fenômenos psíquicos do ser humano. Pensando no bem-estar da população, Barueri oferece atendimento desses especialistas e, de janeiro a julho deste ano, foram realizadas 7.285 consultas.

De acordo com a gestão, na Saúde, 28 psicólogos atendem na Atenção Básica e outros 18 nos três Centros de Atenção Psicossocial (Caps). Eles também atuam na Secretaria de Educação, nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

“O psicólogo é treinado para escutar, sem preconceitos, para que o paciente possa ficar à vontade para falar. É comum em um atendimento ele falar algo que pensa, mas que não gostaria de admitir. Se conhecer é o primeiro passo para começar qualquer mudança grande”, explicou Bruno Oliveira, coordenador do Caps Infantojuvenil.

Durante a pandemia da Covid-19, a prefeitura adotou a estratégia de teleatendimentos e visitas domiciliares, com o objetivo de não deixar os pacientes desassistidos, dando continuidade no tratamento.

Além disso, as vítimas da Covid-19 e seus familiares também recebem uma atenção psicológica e o Centro Pós-Covid mantém a modalidade para tratar as sequelas de quem contraiu o vírus.

“A psicologia ganhou espaço e hoje em dia ela está nas empresas, nos hospitais, nos centros especializados, nas unidades básicas de saúde, nas escolas, nos programas de assistência social, nos esportes, só para citar uma parte de uma grande lista”, disse Bruno.

Atendimento
A prefeitura informou que, para conseguir um atendimento com psicólogo no município, é preciso ir até a Unidade Básica de Saúde (UBS) e pedir um encaminhamento.

“Casos mais graves e urgentes podem ser levados diretamente aos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), o qual temos três: Infantojuvenil, Adulto e Álcool e Drogas”, apontou a gestão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.