Barueriense brilha na São Silvestre e sonha com as Olimpíadas

1
1211
Atleta iniciou no atletismo aos 13 anos e é moradora do Jardim Silveira (Foto: Álbum Pessoal)

Desde os 13 anos de idade, a barueriense Jenifer do Nascimento Silva, que agora tem 30 anos, é do mundo do atletismo, mas 2021 será um ano inesquecível em sua trajetória: conquistou o 3º lugar no pódio feminino da 96ª edição da Corrida de São Silvestre, mais famosa e tradicional do Brasil e da América do Sul, e alçou seu nome em nível internacional cravando 53’32” no percurso de 15km. Anteriormente, ela já tinha feito bonito na São Silveira, de Barueri, marcando 27’43” nos 8 km da competição.

Atleta conquistou 1º lugar na Corrida de São Silveira 2021

“Vivo um momento único, na hora que subi ao pódio da São Silvestre passou um filme na cabeça de tudo que tivemos que superar para chegar lá. Foram muito altos e baixos, pandemia, transições, teve mudança de treinador, que agora é o Luis Gustavo, mas nunca perdi o foco da corrida, no fundo sabia que teria condições de estar no pódio”, relembra.

Ela conta que participou das três últimas edições da competição e em cada uma delas “evoluía um pouco”. “Essa última tive meu melhor resultado e consegui baixar mais 30 segundos do meu melhor tempo”.

Celebrando 17 anos de atletismo, Jenifer afirma que seu primeiro contato com a corrida foi na escola em que estudava. “Depois iniciei a escolinha na pista de atletismo, que ficava uns 5 minutos de casa, e nunca mais parei”. Agora, ela sonha chegar às Olimpíadas de 2024, que ocorrem em Paris. Mas, antes do desafio, a atleta elenca a sequência de prioridades. “Tenho que conseguir boas marcas e boas colocações nas competições que acontecerão até lá”. As próximas participações de Jenifer são no Campeonato Brasileiro de Cross Country, Troféu Brasil e Sul-americano.

Vida pessoal x treinos

Jenifer disse que a rotina é pesada, treina 4 horas diariamente. “Chego a correr em média 90 a 100km por semana”, conta. A atleta corre pelo Esporte Clube Pinheiros.

Jenifer é do Esporte Clube Pinheiros (Foto: Divulgação)

Com uma vida tão dedicada ao atletismo, Jenifer afirma que é difícil conciliar a vida pessoal com os treinos, mas não impossível. “As pessoas que convivem com a gente sabem como é a rotina de atleta, a maioria entende, principalmente meu marido, o Romário. Meu tempo é praticamente todo dedicado ao treinamento, quando não estou treinando estou descansando”, comenta.

Ídolos
A atleta diz que não tem ídolos, mas existem algumas pessoas que admiro pelo resultado do trabalho ou pela história. “Umas dessas pessoas é a corredora holandesa Sifan Hassan, que é ex-recordista mundial dos 10.000 metros”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.