Barueri começa a vacinar contra a Covid-19 adolescentes de 12 e 17 anos

0
1063
Aplicação das doses será no Centro de Eventos (Av. Sebastião Davino dos Réis 672), das 8h às 17h. (Foto: Divulgação/Secom Barueri Lourivaldo Fio/Secom Barueri)

Até sábado (21), acontece a imunização, sem agendamento, de pessoas de 16 e 17 anos com comorbidades, gestantes e puérperas

Assim como previsto no Plano Estadual de Imunização (PEI), a vacinação contra a Covid-19 de adolescentes entre 12 e 17 anos teve início nesta quarta-feira (18) no estado. Segundo o Governo de São Paulo, até o dia 25, devem ser imunizadas pessoas de 16 e 17 anos com comorbidades e/ou deficiências, gestantes e puérperas. 

A partir do dia 26, será a vez daqueles que possuem de 12 a 15 anos também com comorbidades. Para o público geral, a imunização começa no dia 30, com adolescentes entre 15 e 17 anos, e em 6 de setembro para os de 12 a 14 anos. 

Em Barueri, os jovens já começaram a ser imunizados. De acordo com a prefeitura, até sábado (21) acontece a vacinação, sem agendamento, de pessoas de 16 e 17 anos com comorbidades, gestantes e puérperas. Já no domingo (22), a gestão começa a vacinar adolescentes com 12 anos ou mais, também com comorbidades. 

A aplicação das doses será no Centro de Eventos (Av. Sebastião Davino dos Reis, 672), das 8h às 17h. É preciso apresentar documento original com foto, CPF, Cartão do SUS, comprovante de endereço e relatório ou receita médica que comprove a comorbidade. 

Especialista 

À reportagem, Claudia França Cavalcante Valente, membro do Departamento Científico de Imunização da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), afirmou que as vacinas contra a Covid-19 são seguras para a população em geral. 

“Já temos resultados de estudos científicos mostrando a segurança e a resposta adequada as vacinas COVID-19 na faixa etária de 12 a 17 anos. Os pais podem se tranquilizar quanto a este respaldo científico. As crianças e adolescentes estão retornando as escolas e a vacinação, além do uso de máscaras, distanciamento social e uso de álcool em gel, são as formas disponíveis para a prevenção da doença”, destacou

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.