Zoonoses realiza capacitação junto a gestores da Educação sobre controle de sinantrópicos

0
79
A sinantropia se refere aos animais que se adaptaram a viver junto do homem mesmo contra sua vontade e que podem transmitir doenças ou causar algum tipo de agravo à saúde de seres humanos e outros animais. (Foto: Divulgação)

Na manhã da quinta-feira (dia 7), o analista de vigilância sanitária e epidemiológica Clóvis José de Sá, que atua no Departamento Técnico de Controle de Zoonoses (DTCZ) de Barueri, realizou uma capacitação junto a coordenadores e diretores das escolas da rede municipal de ensino do município.

O encontro, que aconteceu no Centro de Aperfeiçoamento de Professores (CAP), teve o intuito de orientar os gestores quanto a evitar o abrigo e a proliferação de animais sinantrópicos nas unidades escolares. A isso incluem-se instruções de organização, limpeza, medidas corretivas e preventivas, bem como a destinação adequada de resíduos sólidos.

A sinantropia se refere aos animais que se adaptaram a viver junto do homem mesmo contra sua vontade, como escorpiões, aranhas, baratas, formigas, morcegos, lacraias, pulgas, abelhas, dentre outros, e que podem transmitir doenças ou causar algum tipo de agravo à saúde de seres humanos e outros animais.

O tema se faz necessário, especialmente nesta época do ano, mais quente, quando ocorre a reprodução de animais peçonhentos e maior oferta de seu principal alimento: as baratas, conforme orientou a Vigilância em Saúde de Barueri em matéria publicada AQUI  e AQUI.

Na ocasião também foi apresentado um perfil do DTCZ, demonstrando quem é, o que faz e a importância de seu papel, que mantém o foco na saúde pública humana, já que, de acordo com os especialistas, 70% das doenças da atualidade são zoonóticas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.