Uso de drogas não é apenas questão de segurança e Justiça

0
1624

O promotor de Justiça Luís Roberto Wakim esteve, durante a manhã de quarta-feira (dia 19), na Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana de Barueri, responsável pela Guarda Civil Municipal, para debater com os agentes a questão do abuso de álcool e de outras drogas e o papel da Justiça.

“Se hoje reconhecemos a dependência química como um problema de saúde, se há na Classificação Internacional das Doenças a dependência química como uma doença, nós temos que entender que o usuário é alguém que precisa de cuidados de saúde”, relatou o representante do Ministério Público no Conselho Estadual de Política sobre Drogas.

Wakim relatou aos guardas municipais que o consumo de drogas, que antes era visto apenas como um problema de segurança e justiça, caminhou para um grave problema de saúde pública. “Temos que mudar a maneira de olhar para o usuário, não estou pregando a vitimização, mas temos que olhar para o usuário como alguém que precisa de atenção e de saúde”, relatou o promotor que também integra um grupo de trabalho sobre álcool e droga dentro da Procuradoria-Geral de São Paulo.

Valorizando o aumento nas ofertas de tratamento e nas ações preventivas, Wakim enalteceu o trabalho da Guarda. “Temos um longo trabalho pela frente, mas acredito que aqui já temos raízes de certa forma bem consolidadas. Diversos parceiros têm se mostrado muito atuantes e preocupados em trabalhar melhor nessa área e a Guarda Municipal é um exemplo disso. E isso é algo ainda muito obscuro na maioria das cidades”, apontou.

“Sem ingressar no mérito se devemos descriminalizar as drogas ou não, se devemos legalizar ou não, deveríamos ter todos um elemento comum: não divergir de que o uso de drogas traz consequências nocivas à saúde do indivíduo e à saúde pública.”
Luís Roberto Wakim, promotor de Justiça

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.