Taxa de contágio da Covid-19 sobe no estado; Em Barueri está em 0,85

0
1429
Em Barueri, em outubro, do dia 23 a 29, taxa de contágio era de 1,27 Foto: Lourivaldo Fio/Secom Barueri

Quando a taxa de contágio é superior a 1, significa que cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa

Segundo monitoramento do centro de controle de epidemias do Imperial College de Londres, nesta semana, o Brasil registrou a maior taxa de transmissão da Covid-19 desde maio. Na terça-feira (24), o índice chegou a 1,30, enquanto no dia 16 era de 1,10. Quando a taxa de contágio é superior a 1, significa que cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa. Em Barueri, a taxa está abaixo de 1.

O estado de São Paulo segue a mesma tendência. Para esta semana, cientistas da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp) calcularam uma taxa de contágio de 1,64 para o estado.

O secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, disse que, apesar do aumento da taxa de contaminação, “não há nenhuma região do estado com ocupação de leitos acima de 60%”.

Barueri
Em Barueri, segundo boletim epidemiológico da prefeitura, do dia 13 a 19 deste mês, a taxa de transmissão da Covid-19 ficou em 0,85. Já em outubro, do dia 23 a 29, ela era de 1,27.

Segundo boletim divulgado na quarta-feira (25), a cidade registra 8.462 casos confirmados da Covid-19 e 397 óbitos.

O prefeito Rubens Furlan anunciou na quinta-feira (26) que testou positivo para Covid-19, mas que fará o tratamento em casa e vai vencer a doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.