SP monta força-tarefa para testes de COVID-19

0
468

Medida inclui regionais do Adolfo Lutz e do Instituto Butantan pelo Estado; ação também processará 201 amostras de óbitos suspeitos que estão no Instituto Adolfo Lutz

 

O Governo do Estado de São Paulo vai ampliar a rede de testes para o novo coronavírus no Estado. A medida foi anunciada, nesta quarta-feira (1º), pelo Governador João Doria, no Palácio dos Bandeirantes.

“Vamos reforçar a rede de exames e garantir, desta forma, um monitoramento efetivo sobre a circulação do coronavírus em nosso Estado. Assim, poderemos adotar as medidas necessárias para proteger nossa população”, diz Doria.

As unidades regionais do Instituto Adolfo Lutz, sitiadas em Santo André, Sorocaba, Ribeirão Preto, Bauru e São José do Rio Preto, estarão habilitadas a processar amostras, com capacidade de 500 exames por dia em um primeiro momento, podendo chegar até mil.

Nesta semana chegam, ainda, 20 mil kits de testes importados e 10 mil enviados pela Fiocruz, que serão distribuídos entre o Instituto Adolfo Lutz e outros laboratórios credenciados.

A Secretaria também passa a processar, a partir de hoje, 720 amostras por dia no Centro Estadual de Análises Clínicas (Ceac) da Zona Norte, unidade que já é do Governo do Estado. Neste local, serão processadas amostras de 43 hospitais da rede estadual da Grande São Paulo.

A força-tarefa também inclui o processamento de 201 amostras de óbitos suspeitos, que terão diagnóstico final nas próximas 24 horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.