Servidor público pode ter salário cortado com aval do STF

0
290
Essa é a pauta prioritária de diversos governadores e secretários de Fazenda de estados que estão com os gastos acima do permitido. (Foto: Divulgação)

O plenário da Corte decidirá nesta quinta-feira (6) se a União, os estados e os municípios poderão reduzir a jornada e o salário de servidores públicos em cenário de crise financeira.

Essa é a pauta prioritária de diversos governadores e secretários de Fazenda de estados que estão com os gastos acima do permitido.

O tema será analisado pelos ministros do Supremo na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 2338 — movida em 2001 pelo PT, PCdoB e PSB —, que questiona alguns artigos da LRF. Um desses dispositivos é justamente o que prevê “a redução de jornada com a consequente adequação de vencimentos quando as despesas salariais estouram o teto da Lei de Responsabilidade Fiscal”. Esse artigo foi suspenso, na época, por liminar do próprio Supremo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.