Sema alerta donos de cães sobre imunização contra a cinomose

0
587
O município não realiza vacinação e atendimento de animais com cinomose e doenças infectocontagiosas. (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Barueri, por meio da Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema), alerta os donos de cães sobre a importância da imunização contra a cinomose, uma doença grave que pode levar o animal à morte.

A cinomose é uma doença viral que pode afetar todos os cachorros, atingindo os sistemas gastrointestinal, nervoso e respiratório.

A transmissão ocorre através de secreções vindas do nariz e boca do animal contaminado para o cão saudável. Ela ocorre em períodos de baixa umidade (tempo seco), sendo mais frequente em cães de três a seis meses de vida e acima de oito anos de idade.

Os sintomas apresentados são falta de apetite, secreções nasais e oculares, indisposição, depressão, vômito e diarreia. Na maioria dos cães as pupilas podem ficam dilatadas e há alterações no sistema nervoso, gerando convulsões e tremedeiras.

A maneira mais efetiva para o combate à cinomose é a vacinação do animal sadio a partir dos seus 45 dias iniciais de vida, sendo necessárias mais duas doses com intervalos de 30 dias. Somente após a terceira dose, o cão estará imunizado por um período de 12 meses, sendo necessário o reforço anual.

Segundo a médica veterinária Camilla Panizza de Camargo, gestora do Cepad II (Centro de Proteção ao Animal Doméstico), “a vacinação é fundamental, pois não previne só contra cinomose, mas também evita outras doenças graves como leptospirose e parvovirose, entre outras”.

O município não realiza vacinação e atendimento de animais com cinomose e doenças infectocontagiosas. Muito importante devido à gravidade da doença, a imunização deve ser feita em estabelecimentos privados como clinicas e hospitais veterinários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.