Saúde de Barueri recebe doação de 10 mil protetores faciais

0
815

Foram necessárias uma grande adaptação física e de maquinário, a boa vontade de funcionários e gestores e a dedicação na criação de um novo produto, que originalmente não faz parte do escopo da empresa, mas a Brasilgrafica conseguiu chegar a um modelo bastante eficiente de máscaras de proteção facial que estão sendo doadas aos profissionais de saúde de várias localidades, inclusive Barueri.

Na terça-feira (dia 7), a Secretaria de Saúde do município recebeu o primeiro lote da doação, com 1.090 máscaras. Elas estão chegando aos poucos, todos os dias, totalizando um montante de 10 mil protetores faciais.

“Somos uma indústria de embalagens de papel cartão, as máscaras não fazem parte do nosso business. Dedicamos uma equipe no desenvolvimento e produção manual das mesmas. Para a confecção foi necessária a adaptação de uma máquina para realizar o corte da parte acrílica e demais processos como corte do elástico, costura, colagem da espuma foram realizados manualmente pelos nossos colaboradores”, conta o presidente da empresa, Nilo Cottini Filho.

Para o secretário de Saúde de Barueri, Dionisio Alvarez Mateos Filho, é impossível quantificar o valor dessa doação, de tão importante que é. “Isso demonstra o quanto a iniciativa privada valoriza o trabalho, o esforço e a dedicação dos nossos profissionais de saúde e também o quanto estão comprometidos com essa luta contra o coronavírus. Somos muito gratos”, expressa Dionisio.

A iniciativa partiu da própria empresa, que entrou em contato com a Secretaria de Saúde e ofereceu a ajuda. “É um momento difícil para o mundo todo e a Brasilgrafica se sensibilizou e decidiu fabricar as máscaras para proteger os profissionais da saúde que são tão importes neste combate. É um orgulho para nós contribuirmos nesse momento tão delicado”, declara o presidente da empresa.

 

60 mil

Conforme conta o empresário, a Brasilgrafica irá doar um total de 60 mil máscaras para unidades de Saúde do Estado de São Paulo, como a capital, Jaguariúna, Valinhos, Guarulhos, Paulínia e Campinas, dentre outras. “Nosso foco é o Estado de São Paulo visto que é onde está o maior foco de infectados. Porém, a partir da próxima semana iniciaremos a entrega em outras regiões necessitadas desta proteção, como por exemplo o Estado do Ceará”, aponta Nilo. Para tanto, a gráfica abrirá no sábado, véspera da Páscoa (dia 11), para os funcionários que se inscreveram voluntariamente continuarem a fabricação.

Ao ser questionado sobre a importância da união de forças entre poder público e iniciativa privada nesse cenário pandêmico, Nilo disse ser fundamental. “Podemos responder essa pergunta citando o depoimento de um médico do Sírio Libanês ao receber as máscaras doadas pela Brasilgrafica: ‘no final dessa pandemia seremos lembrados pelo que fizemos e pelo que deixamos de fazer’. A Brasilgrafica adotou como missão sermos lembrados pelo que fizemos. Não estamos medindo esforços para nos unirmos ao poder público no combate à Covid-19 e ajudar os que mais precisam”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.