Projetos da primeira infância e de uso de tecnologia nas escolas de Barueri serão apresentados ao Estado

0
1552
Durante as aulas, os alunos utilizam de equipamentos tecnológicos, como chromebooks (Foto: Suseli Honório/Secom Barueri)

A cidade, que aderiu ao projeto Parcerias Municipais, é referência em educação tecnológica

O Governo do Estado de São Paulo criou recentemente o projeto Parcerias Municipais, que concederá verba extra aos municípios que baterem metas na área da educação, saúde e segurança pública. A ideia é que o bônus seja investido em iniciativas nas mesmas áreas que obtiverem a melhoria planejada. Além disso, até o fim do ano, cada prefeitura fará uma lista de iniciativas em conjunto com as secretarias estaduais para apresentar ao governo.

Barueri foi uma das cidades da região que aderiu ao programa e, segundo o prefeito Rubens Furlan, na área de educação, o município deve apresentar ao Estado seus projetos da primeira infância e de uso de ferramentas tecnológicas avançadas nas escolas. “Somos a primeira cidade do Brasil com plataforma Google for Education em toda a rede municipal de ensino. Somos considerados referência no país quando o assunto é investimento em educação tecnológica”, disse com exclusividade ao Jornal de Barueri.

A tecnologia do Google for Education, que começou a ser usada neste ano na rede, é uma ferramenta de aprendizagem que oferece a professores e alunos uma nova forma de estudo dentro e fora da sala de aula. Aos educadores, ela possibilita manter o aprendizado personalizado garantindo melhor desempenho de suas turmas. Já os estudantes ganham mais tempo para aprender.

Realidade virtual

Em Barueri, cerca de 50 mil alunos são beneficiados com equipamentos, como chromebooks, lousa digitais e óculos de realidade virtual. Além disso, a Secretaria de Educação adquiriu carrinhos para transportar os novos computadores, terminais para videoconferência, entre outras ferramentas.

Para garantir a qualidade, a pasta faz o acompanhamento e assessoria diariamente em todas as escolas. “Também intermediamos os contatos com os professores, incentivando, cada vez mais, o uso destas ferramentas”, comentou o coordenador de TI da Secretaria de Educação, Ricardo Nascimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.