Prefeitura intensifica ações em áreas afetadas pelas chuvas

0
597

Na tarde deste sábado (dia 1º), Barueri registrou 67,2 milímetros de chuva no intervalo de apenas uma hora e meia. O índice é muito alto e é considerado pelos órgãos de meteorologia como “chuva violenta”. Equivale a mais de 67 litros de água despejados em cada metro quadrado.

O prefeito de Barueri, Rubens Furlan, disse que já determinou às equipes responsáveis um estudo para saber quais as necessidades do local. “Assim que passarem as chuvas, quero começar as obras”.

Furlan explicou que o volume de água se agravou com o transbordamento do Rio Barueri, que passa embaixo da avenida e tem uma largura de 23 metros e 6 de altura, e não tem capacidade para suportar o volume das águas que vem de Itapevi e Jandira, quando há fortes chuvas. “Continuaremos acompanhando o caso, nossas equipes estão próximas. O assunto é prioridade”, finalizou.

O grande volume de chuva em pouco espaço de tempo ocasionou pontos de alagamento no Centro e em outros bairros. Não houve vítimas nem desmoronamentos.

O rio Barueri-Mirim não suportou o volume transportado pelos sistemas de captação e impediu que a água na região central escoasse tão logo diminuía a intensidade de chuva.

A Prefeitura já iniciou o apoio aos munícipes que tiveram inundações em suas casas e monitora pontos de risco. Equipes de manutenção já estão intervindo nos locais mais afetados.

Os trabalhos preventivos e de limpeza urbana, realizados ininterruptamente pela Prefeitura, diminuíram o potencial de impactos. Mesmo com pontos de alagamento, não foram observados acúmulos de lixo e de outros resíduos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.