Prefeitos do Cioeste vão solicitar estudo técnico para manter região na fase laranja também nos fins de semana

1
1177

Governo de SP regrediu a Grande SP para esta etapa na sexta-feira (22) e anunciou que todo o estado ficará na fase vermelha nos dias 30, 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro

 

Os prefeitos das 11 cidades que compõem o Consórcio Intermunicipal da Região Oeste (Cioeste), o que inclui Barueri e Santana de Parnaíba, se reuniram nesta segunda-feira (25) e decidiram que irão solicitar um estudo técnico para manter a região na fase laranja do Plano São Paulo também aos fins de semana.

É que na sexta-feira (22), o governo de São Paulo regrediu a Grande SP para a fase laranja do plano e anunciou que todo o estado ficará na fase vermelha nos dias 30, 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro, como forma de conter o avanço da Covid-19. As medidas começaram a valer nesta segunda-feira (25) e seguem até o dia 7 de fevereiro.

De acordo com o Plano São Paulo, na fase vermelha só estão autorizados a funcionar serviços essenciais, como padarias, mercados e farmácias. Já na fase laranja, bares não podem abrir e demais serviços funcionam com restrições de horários e capacidade.

“A segunda pauta [da reunião] discutiu a economia regional, ficando decidido sobre a solicitação de estudo técnico para mantermos a região na fase LARANJA aos finais de semana também. Com isso, continuam as restrições, protegemos a vida e o emprego das pessoas”, disse Igor Soares, prefeito de Itapevi, em suas redes sociais.

 

Volta às aulas

Outro assunto discutido durante a reunião do Cioeste foi sobre o retorno às aulas presenciais em meio à pandemia da Covid-19. Os gestores decidiram que a volta às atividades será no dia 1º de março, data que, segundo o Plano Nacional de Imunização, todos do grupo prioritário de risco já estarão imunizados.

Na sexta-feira (22), o governo de São Paulo suspendeu a obrigatoriedade do retorno presencial dos alunos de todas as escolas do estado nas fases laranja e vermelha da quarentena.

Em Barueri, segundo informações da prefeitura, as aulas presenciais nas escolas da rede municipal estavam previstas para começar no dia 8 de fevereiro.

“Nós entendemos que, no dia 1º de março, todos os professores da rede ou uma grande parte deles vão estar vacinados. Aí sim os professores vêm com segurança e nós poderemos mandar os nossos alunos com mais segurança. É uma forma que nós encontramos para não prejudicar esse ano, que aliás esses 15, 20 dias serão compensados pelo recesso do meio do ano. Nós pretendemos manter o ano de aula completo”, afirmou o prefeito de Barueri, Rubens Furlan.

1 COMENTÁRIO

  1. “Todos os professores ou grande parte deles estarão vacinados até 1º de março”? Então agora faz parte do grupo prioritário?
    Isso precisa ser divulgado! Os professores não estão sabendo disso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.