Pesquisa revela que 57,39% das pessoas acham que o comércios deve ficar aberto, seguindo regras de saúde

0
864
No dia 24 de março, o Governo do Estado de São Paulo decretou o fechamento dos estabelecimentos considerados não essenciais. (Foto: Divulgação/Secom Barueri)

Enquete foi realizada pela Secretaria de Comunicação de Barueri e abordou temas como uso obrigatório de máscaras e preparação da rede de saúde da cidade

 

Uma pesquisa feita pela Secretaria de Comunicação de Barueri com alguns moradores da cidade revelou que 57,39% das pessoas acham que o comércio deve ficar aberto, mas impostas regras de saúde. 39,07% dos que responderam à pesquisa acham que o comércio deve ficar fechado. Já 3,55% dos respondentes defendem a reabertura dos estabelecimentos.

Desde o dia 24 de março, o Governo do Estado de São Paulo decretou o fechamento dos estabelecimentos considerados não essenciais por conta da pandemia da Covid-19.

Outro quesito abordado na enquete da secretaria foi sobre a rede de saúde. Em relação à pergunta “caso você seja infectado, acha que vai ser bem atendido na rede de saúde de Barueri?”, 65,77% responderam que sim. Já 34,23% acham que não.

Além disso, 54,49% dos moradores que participaram da pesquisa acreditam que a prefeitura está um pouco preparada para enfrentar o vírus. 26,09% acham que a gestão está bem preparada e 19,42% que não está preparada para enfrentar o coronavírus.

Uso de máscara
O levantamento da Secretaria de Comunicação também abordou um tema que está sendo discutido atualmente em diferentes locais: o uso obrigatório de máscaras em áreas públicas.

De acordo com a enquete, 76.37% dos moradores que responderam concordam com o uso obrigatório de equipamentos de proteção facial nas ruas; 19.15% apoiam desde que o governo forneça as máscaras e 4,48% não concordam.
A Prefeitura de Barueri segue as determinações das autoridades de saúde do Ministério da Saúde e do Governo do Estado, que pregam o isolamento social como a melhor forma de enfrentar a pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.