Pela primeira vez, Barueri conquista selo de sustentabilidade estadual

0
658
Cidade foi premiada com o certificado de qualificação de Município VerdeAzul. (Foto: Divulgação)

Depois de uma sucessão de avanços no ranking de sustentabilidade, Barueri recebeu, pela primeira vez, o certificado de qualificação de Município VerdeAzul, da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente. A entrega no selo aconteceu no último dia 11, em um evento na cidade de Bauru.

O principal objetivo do programa estadual, lançado em 2007, é estimular e prestar auxílio às prefeituras para elaborar e executar políticas direcionadas ao desenvolvimento sustentável. A certificação surgiu em 2008 e compreende 85 tarefas que são solicitadas às cidades, ligadas às dez grandes diretivas: Município Sustentável, Estrutura e Educação Ambiental, Conselho Ambiental, Biodiversidade, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Uso do Solo, Arborização Urbana, Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos.

Em 2018, Barueri estava classificada na posição 122º  e atualmente, no ranking dos municípios em 2019, está 61ª posição, à frente de cidades como São Paulo (96ª), Osasco (124ª) e Santana de Parnaíba (136ª).  Foi o melhor posicionamento no oeste da região metropolitana.

Para a bióloga Yara Garbelotto, da Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema), que esteve presente em Bauru, a certificação é muito importante para Barueri e reconhece algumas das iniciativas desenvolvidas no município. “Temos trabalhos de proteção animal, Conselho Municipal de Meio Ambiente, cursos de formação ambiental, além das coletas seletiva e de entulho”, disse.

Segundo o secretário de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri, Marco Antônio de Oliveira (Bidu), o trabalho em Barueri sobre o bem-estar animal, tanto do doméstico como do silvestre, é muito forte. “Somos referência no Brasil quanto a isso”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.