Outubro Rosa: câncer de mama também afeta cães e gatos

0
103

Os tumores de mama são os mais frequentes em fêmeas caninas

 

O câncer de mama não é uma doença exclusiva em humanos, e o que muita gente não sabe é que ela, também, pode atingir os animais, alerta o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP).

Os tumores de mama são os mais frequentes em fêmeas caninas, enquanto em gatas é o terceiro tipo de tumor mais diagnosticado. Os tumores podem se apresentar como nódulos de tamanhos variados, com ou sem reação inflamatória.

A doença é mais frequente em cadelas de meia idade a idosas e gatas com idades entre 10 a 12 anos, não castradas. As raças de maior incidência são Poodle, Shih Tzu, Dachshund, Yorkshire, Maltês, Cocker Spaniel, Pastor Alemão, Boxer. Em felinos a raça siamês apresenta uma maior ocorrência. O diagnóstico é feito por meio do histórico, exame físico geral e exame físico específico nas mamas, por inspeção e palpação individual.

A castração antes do primeiro ciclo é a melhor forma de prevenção ou diminuição da indecência do câncer de mama, bem como a não utilização de contraceptivos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.