Moradora de Barueri lança livro com registros diários do isolamento social

0
411

Em “Diário de uma Quarentena”, Denise Santos documenta a rotina de mãe, enfermeira, mulher, cidadã e a evolução da Covid-19

 

Neste mês, a moradora de Barueri, Denise Santos, lançou o livro “Diário de uma Quarentena”, uma publicação independente que traz registros diários sobre o isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19.

De acordo com Denise, sua obra começou a ser escrita em março do ano passado, no seu último dia de trabalho presencial na empresa que trabalha, logo quando começou a quarentena.

“Na ocasião pensei em retratar, por meio da escrita, todos os sentimentos desses dias. Prevalecia um estado de insegurança, medo e uma necessidade de adaptação rápida para a conformação da rotina imposta pelo isolamento social. Decidi escrever para organizar meus pensamentos e sentimentos”, explicou.

Deu tão certo que o que começou de forma despretensiosa se tornou o seu primeiro livro. “Escrevi por 7 meses, são registros diários do que vivemos nesse período. Documentei a rotina de mãe, enfermeira, mulher, cidadã, além de da evolução dos números da Covid-19 e todos os sentimentos que brotaram, memórias da minha trajetória pessoal e profissional e o meu autodesenvolvimento nesse período de crise”, apontou.

O livro está à venda nas plataformas Amazon, Submarino, Americanas e Shoptime.

 

Realização 

À reportagem, Denise definiu a publicação de seu primeiro livro como uma realização profissional. “Estou transbordando felicidade. Sempre fui uma leitora voraz, então, concretizar o projeto de ter um livro meu publicado é como deixar eternizado um pedaço de mim. Acho que o sentimento que prevalece é orgulho pela realização desse feito”, contou.

Além dessa nova paixão, a moradora de Barueri carrega consigo uma outra antiga: a enfermagem. Formada há 12 anos pela Universidade de São Paulo (USP), Denise atua no cuidado de doentes crônicos complexos.

“Sou vocacionada e apaixonada por cuidar de pessoas fragilizadas pelo agravo à sua condição de saúde. A escrita apareceu mais por gosto que por ofício propriamente dito, o que posso dizer é que estou apaixonada pela possibilidade de brincar com as palavras e produzir conteúdo”, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.