Morador de Barueri está entre os indicados para Prêmio Suburbano Convicto 2019

0
1582
Sasquat faz parte do Matéria Rima desde sua criação, em 2002. (Foto: Divulgação)

Sasquat, como é conhecido, faz parte do grupo Matéria Rima que está concorrendo na categoria melhor músico

Foi por meio do hip hop que muitas portas se abriram para o morador de Barueri Sasquat. Dentre elas, a do Prêmio Suburbano Convicto, que acontece em dezembro. É que ele faz parte do grupo Matéria Rima, que nasceu em 2002, e que está concorrendo na categoria melhor músico.

Morador da cidade desde que nasceu, Sasquat sempre gostou de samba, rap e conta que a música apareceu em sua vida em um momento difícil. “Estava cumprindo uma medida socioeducativa porque tinha aprontado e, semanalmente, tinha consultas com psicólogos”, contou. Foi em um destes encontros que o profissional que o atendia percebeu a aptidão do barueriense para rimas, e sugeriu que ele fizesse uma oficina cultural com o Joul, criador do Matéria Rima. “Foi assim que comecei a me envolver. Ele teve um papel essencial na minha vida”, contou ao Jornal de Barueri.

O músico, que faz parte do grupo desde sua criação e já tocou em diferentes países, diz que ser indicado para o prêmio é algo marcante. “Reunir pessoas que sobrevivem disto e premiá-las fortalece muito para que todos continuem essa árdua, porém prazerosa, missão de transformação humana”, destacou ele, que completa: “Existe um Sasquat antes do hip hop e outro depois. Este gênero não só me deu autoestima, mas me educou, me fez entender que precisava estudar e que o conhecimento abre portas que me tiraram de um abismo social”.

Sobre o Matéria Rima

Criado pelo artista Joul, o Matéria Rima, além de ser uma banda, trabalha desenvolvendo projetos socioeducativos. “Realizamos palestras, workshops, e shows em escolas, praças e palcos de todo o Brasil e em alguns lugares fora do pais, como África, Alemanha e França”, explicou Sasquat.

Hoje o grupo conta com 25 integrantes e, desde 2013, atende em Diadema-SP, por meio do Programa de Educação Integral desenvolvido pela Secretaria de Educação. “São 20 escolas de ensino fundamental da rede municipal. No total, 1600 crianças são beneficiadas com arte, e isso causa um impacto positivo não só no comportamental, mas social. Creio que isso seja o diferencial, não só fazer música, mas praticar aquilo que pregamos em nossos sons”, destacou.

Para votar no Matéria Rima é só acessar o site do prêmio (http://premiosuburbanoconvicto.com.br). É possível conhecer mais detalhes sobre o trabalho do grupo em materiarima.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.