O novo mapa da den­gue, divulgado na ter­ça-feira (28/11) pelo Minis­tério da Saúde (MS), mostra que a cidade de Barueri está em estado satisfatório para risco de epidemia da doença com índice 0,9. Os dados são do Levantamen­to Rápido de Índice para Aedes aegypti (LIRAa), que analisou 3.946 municípios do país com o objetivo de identificar onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

De janeiro a outubro deste ano, o município anotou dois casos de den­gue (autóctones e importa­dos), segundo informações do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE). O número representa uma queda de 96,22% em rela­ção ao mesmo período de 2016, quando foram conta­bilizadas 53 ocorrências da doença. Na região por onde circula o JB, Itapevi está em estado de alerta, índice 1,9 e Santana de Parnaíba, com avaliação satisfatória, 0,8.

O Ministro Ricardo Bar­ros alerta às cidades que “o fato de terem diminuído os índices pode provocar um descuido e retomar o pro­blema com mais força. O foco do ministério é o com­bate ao mosquito como um todo”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.