Rio corta as cidades da região: Barueri, Itapevi, Santana de Parnaíba, entre outras Foto: Agência Impacto

De acordo com um estudo da Fundação SOS Mata Atlântica, divulgado na sexta-feira (22), data em que se comemorou o Dia do Tietê, que corta as cidades da região, foi registrada uma diminui­ção de 7 km no trecho do rio considerado morto, que agora tem 130 km de extensão. A mancha de poluição está localizada entre os municípios de Itaquaquecetuba e Cabre­úva. A avaliação refere-se ao período de setembro de 2016 a agosto de 2017.

Para Malu Ribeiro, es­pecialista em água da Fundação, isso foi possível pela “retomada de investimentos em obras de coleta e dos sistemas de tratamento de esgotos nos municípios de Barueri, Ita­pevi, Santana de Parnaíba (além de outras cidades) ”, afirmou.

Apesar disso, ela dis­se que não há motivo para comemoração. “Já que em 2014, antes do período de crise hídrica em São Paulo, a mancha ficou restrita a 71 km – entre os municípios de Guarulhos e Pirapora do Bom Jesus. Ainda não conseguimos voltar ao nível”, explicou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.