Justiça adia pela segunda vez ação contra Doutor Rogério

0
1265

Pela segunda vez em 2017, a justiça determinou o adiamento de uma sessão que avalia denúncia contra o vereador de Santana de Parnaíba Doutor Rogério (PC do B). Estava marcada para terça-feira (28)  a análise da acusação de que o legislador teria mantido funcionários fantasmas em seu gabinete.

O legislativo convocou uma sessão extraordinária, mas em decisão liminar, a Justiça suspendeu os trabalhos. Na ação, o vereador alegaz que houve descumprimento do regimento interno na formação da comissão, o que foi aceito inicialmente pela juíza Natalia Assis Mascarenhas.

O processo é o segundo que pede a cassação de Rogério, que nega irregularidades e diz sofrer perseguição política, por ser um dos únicos opositores ao prefeito  Elvis Cezar (PSDB). Na ação anterior, o vereador foi acusado de usar um veículo da Câmara durante as férias, mas a votação que poderia cassá-lo também foi suspensa.

Depois do caso, um outro morador apresentou a nova denúncia que se baseia em uma ação da Promotoria de Justiça da cidade.  O processo diz que duas servidoras comissionadas recebiam salários sem aparecer para trabalhar.  “Posso afirmar que [as duas funcionárias] nunca deixaram de cumprir o horário do expediente”, disse Rogério, uma sessão após a denúncia.

A comissão processante, presidida por Sabrina Colela (PSC), iria apresentar o relatório durante a sessão. A tendência é desfavorável a Rogério. No legislativo, dos 17 parlamentares, 14 fazem parte da base de Elvis.

No entanto, os legisladores negam que haja alguma perseguição contra o vereador e alegam que apenas deram sequência a uma denúncia protocolada na Casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.