Judocas de Alphaville se destacam em competições no País e no Exterior

Treinador do ATC comenta sobre o preparo dos atletas para próxima competição

0
144
Foto: arquivo pessoal

Há quase 28 anos atuando como treinador no Alphaville Tênis Clube (ATC), Jairo de Azevedo, ex membro da seleção de judô da cidade de Santos e de São Caetano, vem conquistando resultados significativos em competições estaduais e internacionais com os seus alunos das categorias sub 11 e sub 13. No dia 9 de junho, sete atletas do clube disputarão a final do Campeonato Paulista em São Carlos, no interior de São Paulo.

O técnico iniciou a prática da modalidade aos seis anos de idade. Com a ajuda do professor José Gomes de Medeiros, se tornou representante de judô da sua cidade, Santos, já aos 15 anos. “Ele foi uma pessoa muito importante na minha vida, porque me estimulou muito a fazer judô”.

O período enquanto atleta durou até os 25 anos. Porém, devido ao bom desempenho, foi convidado para integrar a parte técnica da seleção de São Caetano. Ao mesmo tempo, já começava a desenvolver trabalhos no clube de Alphaville.

Em entrevista ao Jornal de Barueri, Jairo informa que quando ingressou no ATC o número de alunos que praticavam judô era bem reduzido, cerca de 40 alunos no máximo. Agora, todavia, o cenário é bem diferente. “Temos um total de 123 atletas, dentre eles, 21 estão envolvidos com a federação, que já participam de eventos esportivos para adaptações e eventos internacionais, como os Jogos Abertos de Miami”, comemora.

O ATC possui atletas de iniciação, formação e alto rendimento. De acordo com o treinador do local, os que se enquadram na última classificação são geralmente adultos. Já no grupo de pré-treinamento, estão os 21 atletas que participam dos inter-regionais. “ Queremos, a longo prazo, colocar deles algum na seleção olímpica. Esse é o meu maior propósito”, diz.

Preparo                      

O treinamento dos alunos é feito de forma técnica, onde são avaliadas as características individuais de cada um e preferências de golpes para a adaptação às competições. Na aproximação das disputas, porém, o preparo é distinto. “Nós diminuímos a intensidade e fazemos apenas uma manutenção, para darmos um descanso e evitar lesões”, explica Jairo.

A expectativa do técnico, assim como a do clube para a competição, é retornar para casa com vitórias, uma vez que o ATC está se tornando reconhecido na região pela sua qualidade técnica. “Temos o propósito de tornar o clube uma potência no judô e quem sabe conquistar uma medalha olímpica, esse é o nosso sonho” finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here