Prefeito Igor Soares se reuniu com membros da entidade nesta semana Felipe Barros/Ex-Libris/Prefeitura de Itapevi

A cidade de Itapevi é mais uma que terá de passar por uma reforma administrativa na região oeste, em busca de reduzir o número de cargos e adequação das pastas. O anúncio foi feito nesta semana pelo governo de Igor Soares (Pode). Na gestão de Jaci Tadeu (PV), a gestão foi obrigada a demitir funcionários, por conta dos modelos de contratação que haviam sido adotados.

A Fundação Getútlio Vargas (FGV) foi escolhida para elaborar o estuado e os trabalhos começaram nesta semana. “A FGV tem todo o conhecimento necessário para ajudar a nossa cidade a dar um salto de desenvolvimento”, disse Igor. “Temos certeza de que a contribuição deles será fundamental para que possamos dinamizar as nossas estruturas, otimizando os impostos pagos pelo cidadão e valorizando o servidor público”, afirmou.

A Fundação já atuou em Barueri em um processo semelhante no passado. A instituição tem o prazo de cinco meses para apresentar um diagnóstico revisado e ajustado da reforma. As alterações terão de passar pela Câmara Municipal, após a apresentação do estudo.

Menos secretarias
Desde janeiro, quatro secretarias itapevienses foram eliminadas e a estrutura das pastas da administração municipal foi remodelada. Com isso, serão economizados R$ 1,5 milhão por ano aos cofres públicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.