Hinode Barueri vence jogo, mas é superado no Golden Set e fica com vice no Paulista

Em um grande jogo, time de Zé Roberto deu trabalho para osasquenses, que levaram o hexa

0
1318
Hinode Barueri conquistou o vice em sua primeira participação no estadual (Foto: Gaspar Nobrega/Inovafoto)

O Vôlei Nestlé Osasco é o campeão paulista de vôlei feminino de 2017. Em uma partida com mais de três horas de duração e seis sets disputados, a equipe comandada interinamente por Spencer Lee levou a melhor sobre o Hinode Barueri.

Após a vitória osasquense na primeira partida no José Corrêa, o time de Zé Roberto Guimarães precisava da vitória no tempo normal para levar ao Golden set e conseguiu ao fazer 3 sets a 2 (26-24, 25-23, 23-25, 21-25 e 15-12), nesta sexta-feira (13), no ginásio José Liberatti.

No set de desempate, porém, melhor para as osasquenses que fizeram 25 a 23 e garantiram o sexto título consecutivo do estadual.

A conquista veio em um grande jogo cheio de reviravoltas e que mostraram o equilíbrio entre as equipes e de como o Hinode entrará para complicar a vida dos principais times do país na Superliga.

No primeiro set, a partida seguiu ponto a ponto até a reta final, mas com Osasco sempre à frente. A equipe chegou a abrir quatro de vantagem com 14 a 10, mas viu o Barueri encostar após boa atuação defensiva e os ataques de Erika.

As osasquenses neutralizaram os ataques de Suelle e Tandara vivia noite inspirada com seis pontos. Até ser parada pelo bloqueio no empate em 22 a 22. A partir daí o jogo ganhou em emoção, com as duas equipes se alternando na frente do placar até que o Hinode aproveitou os saques de Suelle e o bloqueio para fechar em 26 a 24.

Osasquenses levaram o sexto título seguido do estadual e se preparam para Superliga (Foto: João Pires/Fotojump)

Empolgadas com a vitória na parcial, as baruerienses começaram melhor o segundo set e aproveitaram a desatenção do Vôlei Nestlé para abrir vantagem. A equipe fez 10 a 6 e manteve a dianteira até que os bloqueios de Osasco começaram a surtir efeito e o jogo ficasse empatado em 15 a 15. Mas a partida voltaria a ter o Hinode na frente e a equipe visitante fechou em 25 a 23.

Com a necessidade de vencer para seguir com a chance de ser campeão no tempo normal, o Osasco viveu seu melhor momento do jogo no terceiro set. O time abriu dez pontos com 14 a 4 após uma sequência de bons saques de Tandara. O Barueri começou a se encontrar na parcial e e a vantagem caiu para cinco no 17 a 12. Depois foi a vez de Mari mandar pzra fora e um bloqueio colocou Barueri no jogo. Com os saques de Erika a equipe empatou em 23 a 23.

Porém, Osasco chegou ao set point num ponto polêmico, com reclamações de que a bola foi para fora. O time no final fechou em 25 a 23 após erro das duas equipes, mas com Fê Isis mandando a bola para fora.

No quarto set, o Hinode Barueri entrou mais firme para tentar fechar o jogo e levar para o Golden Set. O time abriu 13 a 8, mas quem bobearia desta vez seriam as baruerienses que viram o Vôlei Nestlé reagir e, pouco a pouco, encostar e virar para 18 a 16. A reação fez a torcida entrar no jogo e com ponto de Ninkovic, o Osasco empatou a partida com 25 a 22.

No quinto set era tudo ou nada para o Barueri. Com Erika no saque, o time abriu 7 a 2 e encaminhou a vitória da partida. Mas as donas da casa não se renderam e com Ninkovic encostou em 10 a 9. Osasco ainda teria um ace de Mari e manteve em um ponto a distância, mas com um erro de Bia e um bloqueio de Fê Isis, o Hinode fechou o jogo em 15 a 12, levando ao Golden Set.

FIM DE JOGO E GOLDEN SET

O desempate começou com o time de Barueri novamente melhor. Tanto que abriu 9 a 6 até que Spencer Lee pediu o tempo. As osasquenses reagiram e passaram a frente em 11 a 10. A partida seguiu equilibrada até que uma deixadinha genial de Fabíola tirou a concentração barueriense, que viu o Vôlei Nestlé ampliar para 15 a 13 e depois 17 a 13, após dois erros do Hinode.

A equipe de Osasco ficou perto do título ao abrir 23 a 18. No entanto, o time de Zé Roberto voltou a mostrar sua força de reação e chegou ao empate em 23 a 23. ​Quando parecia que o Barueri viraria e poderia levar o título, surge a figura de Tandara. A jogadora da seleção apareceu para marcar os dois últimos pontos e garantir o sexto título seguido para Osasco.

As duas equipes curiosamente voltam a se encontrar na terça-feira (17), quando fazem a estreia na Superliga Feminina, no Ginásio José Corrêa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.