Hinode Barueri abre 2 a 0, mas sofre virada do atual campeão

0
805

Questionado se o Hinode Barueri brigaria pelo título da Superliga em sua primeira participação, o técnico Zé Roberto Guimarães afirmou que o clube quer ‘incomodar’, mas ainda falta crescer para brigar pela taça. Nesta sexta-feira (20), contra o atual campeão do torneio, o time cumpriu esse primeiro objetivo e complicou a vida das cariocas em boa parte do jogo.

As baruerienses foram superadas pelo Sesc RJ por 3 sets a 2, após terem aberto uma vantagem de 2 a 0, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (parciais: 24 x 26 / 23 x 25 / 25 x 22 / 25 x 23 / 15 x 12).

“Fiquei muito satisfeito com o desempenho do meu time. Nosso objetivo era chegar aqui e incomodar o Rio de Janeiro. Conseguimos isso, abrimos vantagem, mas depois elas se equilibraram e foram melhores nos momentos decisivos”, disse o técnico Zé Roberto Guimarães, após a partida.

O Hinode entrou em quadra com Erika, Edinara, Fê Isis, Saraelen, Ana Cristina, Suelle e a líbero Natinha, em um jogo que marcou também o reencontro de Zé e o técnico Bernardinho, após três anos. Com o resultado, porém, a equipe soma agora duas derrotas, após ter sido superada pelo Vôlei Nestlé Osasco no começo da competição. Por outro lado, já enfrentou os dois melhores do torneio na última temporada.

“Independente do resultado, foi uma grande partida. Mas demos bobeira. O jogo era nosso, mas cometemos alguns erros em momentos importantes. Pelo investimento a obrigação de vencer era deles, e agora precisamos trabalhar cada vez mais para aprendermos a ganhar os grandes jogos”, finalizou Erika, capitã da equipe.

O Hinode agora treina durante uma semana para encarar o Sesi, fora de casa, na próxima sexta-feira (27), pela terceira rodada da Superliga feminina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.