Em 2019, queixas sobre falta de energia esteve entre as principais em Barueri

0
720
Segundo a Enel, a empresa realiza diferentes ações de melhoria, incluindo a poda de árvores próximas ou em contato com a rede elétrica (Foto: Michela Brígida/Arquivo Jornal de Barueri)

Segundo a Aneel, das 324 queixas registradas contra a Enel na cidade, 35 foram relacionadas a interrupção do fornecimento de luz

Na última semana, Barueri sofreu com os temporais, típicos desta época. Só no último sábado (1/2), 67,2 milímetros de chuva caíram na cidade, o que resultou em alagamentos e falta de energia elétrica em alguns bairros. Segundo um levantamento feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o número de reclamações deste tipo aumentou 245,6% no estado em 2019. De acordo com a agência, 3.553 no ano passado, ante 1.028 em 2018. Em Barueri, 324 queixas foram anotadas contra a empresa em 2019, sendo 94 relacionadas à variação de consumo/consumo elevado/erro de leitura, 35 por falta de energia e 22 de ressarcimento de danos elétricos, entre outras.

Segundo Renato Crivellari Creppe, professor de Engenharia Elétrica da Faculdade de Engenharia da Unesp, além de questões climáticas, os fatores que mais produzem interrupções no fornecimento de energia elétrica são falta de manutenção, envelhecimento das instalações e aumento de consumidores sem a correspondente ampliação. “Além disso, outro aspecto importante é a vegetação do local. Árvores que tocam a rede elétrica devido ao seu crescimento normal ou devido a ação dos ventos produzem atuação dos sistemas de proteção que interrompem o fornecimento de energia. Por isso, as empresas de fornecimento de energia elétrica devem realizar manutenções periódicas no sistema, efetuando a substituição de itens danificados ou que chegaram ao final de sua vida útil.”, destacou.

Em nota, a Enel afirmou que” investe constantemente em automação da rede elétrica e realiza ações de melhoria nestas regiões, como a instalação de cerca de 10 km de spacer cable, um tipo de cabeamento mais resistente à interferência de ventos fortes, galhos e quedas de árvores”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.