Falta de estrutura em estações de trem e de ciclovias dificulta mobilidade de bikers na cidade

0
640
Estação Antônio João é uma das que não contam com bicicletários (Foto: Andrea Felizolla/Jornal de Barueri)

Apenas a do Belval conta com espaço apropriado para guardar a magrela

Em Barueri, a falta de bicicletários em estações de trens é um dos problemas enfrentados por aqueles que utilizam a bike como meio de transporte. Na cidade, das quatro estações existentes (Jardim Silveira, Belval, Barueri e Antônio João), que integram a linha 8 – Diamante, apenas a do Belval conta com o equipamento.

“Atualmente, a CPTM desenvolve processo para conceder as linhas 8 e 9 à iniciativa privada. O concessionário que vencer a licitação terá, entre outras obrigações, de modernizar as estações e a decisão dos serviços a serem oferecidos aos passageiros também será do investidor”, afirmou a companhia em nota.

Ainda de acordo com eles, na Linha 8-Diamante, outras estações contam com bicicletários. “São elas, Carapicuíba, Jandira, Engº Cardoso e Itapevi, totalizando 1.232 vagas”.

Ciclovias

Outro fator que afeta a mobilidade dos ciclistas é a falta de ciclovias e ciclofaixas na cidade. Barueri tem hoje 1,33 km de ciclovia na Av. Aníbal Correia e, segundo a administração municipal, há projetos para a implantação de novas.

“Existe o projeto de implantação do Parque da Juventude, que contempla 1,3 km de ciclovia, e do Parque Linear, que prevê 4,6 km de ciclovia entre o Parque da Juventude e a Vila Porto”, disse.

Na cidade, há ainda diferentes grupos que incentivam a criação de uma infraestrutura para ciclistas e para tornar o município “Bike friendly”. É o caso do Barueri com Ciclovias. “Estamos em contato com a coordenação do curso de Transportes Terrestres da Fatec de Barueri. Eles têm vários projetos de mobilidade para a cidade, inclusive referente as ciclovias. Nosso próximo passo é organizar uma audiência pública na Câmara de Vereadores sobre o tema”, explicou Renato Afonso, criador do grupo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.