Ex-dependente químico vira o jogo e ajuda adictos e pessoas em situação de rua

0
199
Márcio Alexandre de Barros vai inaugurar albergue em Jandira, mas já é responsável por duas casas de recuperação. (Foto: Divulgação)

Há cinco anos, Márcio Alexandre de Barros, de 42 anos, desenvolve um projeto social para pessoas com dependência química. Depois de se recuperar do vício no álcool, maconha, cocaína e crack, ele decidiu ajudar outras pessoas que passam pela mesma situação, criando duas casas de reabilitação em Ibiúna. Nos próximos meses, será inaugurado também um albergue na cidade de Jandira.

Em entrevista ao Jornal de Barueri, Márcio conta que o espaço da nova casa ainda está sendo definido e tem previsão de inauguração no mês de maio.  O local terá como público-alvo pessoas em situação de rua e usuários de drogas lícitas e ilícitas. “O albergue terá capacidade para atender 25 pessoas. Teremos seis funcionários: assistente social, coordenador, auxiliar administrativo e três monitores”, explicou.

O acolhimento no albergue será iniciado por volta das 17h, uma vez que é voltado para a pernoite. Será servido aos acolhidos o jantar e o café da manhã, sendo que, durante o período em que eles estiverem no local, receberão ajuda da assistência social para tirar documentos, realização de cursos e até um encaminhamento profissional.

“Teremos todo um trabalho para a reintegração, geralmente com palestra de pessoas que passaram por essa situação e hoje conseguiram dar a volta por cima. Queremos estimular os usuários do albergue a aceitar uma ajuda. Ou seja, o local será uma extensão da casa de recuperação”, contou Márcio.

As pessoas que aceitarem o acolhimento no albergue poderão ser encaminhadas à casa de recuperação de Ibiúna. “ As pessoas atendidas na casa de recuperação podem ser de qualquer lugar, o albergue será aberto para atender a população em situação de rua da cidade de Jandira”, ressaltou o fundador dos espaços.

De acordo com Márcio, é solicitada uma ajuda de custo para os benefícios da casa de recuperação que tenham familiares próximos. Quando a pessoa está em situação de rua, o acolhimento é feito de forma gratuita.

Já o albergue, não terá custo algum para os acolhidos. O espaço será mantido com a ajuda da Prefeitura de Jandira, por meio de um convênio. “Temos o objetivo: diminuir essa população de rua e influenciá-las a voltar a sonhar novamente. O propósito é realmente dar às pessoas um tratamento para se livrar dos vícios e voltarem para suas casas e famílias”, finaliza Márcio.

Mais informações: (11) 94838-2769

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.