Cerca de 2.652 pacientes aguardam o transplante de córnea no Estado Foto: ASCOM / HOL

Levantamento da Associação Brasileira de Transplante de Transplante de Órgãos (ABTO) mostrou que 32.716 pacientes aguardam um transplante de órgãos como rim, córnea, pulmão, coração, fígado e pâncreas no país. O Estado com maior número de pessoas na lista de espera é São Paulo, com 15.282 indivíduos aguardando por uma doação.

De acordo com os dados da entidade, o órgão de maior demanda é o rim, que concentra 11.495 pacientes na lista de espera do Estado. Em seguida está a córnea (2.652), fígado (527), pâncreas conjugado com o rim (392), coração (108), pulmão (85) e pâncreas (23).
Uma das pacientes dessa fila, que aguarda a doação de um pulmão, é a moradora do bairro Jardim Paraíso, em Barueri, Adriele Bueno Souza Silva. Nascida em Londrina, no Paraná, ela teve que se mudar para São Paulo, após ter o órgão comprometido por uma hipertensão pulmonar, para estar mais próxima de onde são feitos os transplantes de pulmão.

No Cadastro Nacional de Transplantes há um ano e três meses, Adriele está atualmente na 20ª posição da fila. “A lista é na verdade relativa, porque para a conclusão do transplante é preciso a compatibilidade do tipo sanguíneo, entre outros fatores. Mas também temos muita dificuldade de conseguir um órgão pelo fato das pessoas serem resistentes quanto à doação”, conta.

Para promover a conscientização da população sobre a importância de ser um doador de órgãos, Adriele e outras pessoas que aguardam um transplante, realizam no próximo dia 23, a caminhada do “Setembro Verde- mês nacional da conscientização da Doação de Órgãos” no Parque Municipal de Barueri (Rua Ângela Mirella, 500 – Jardim Maria Tereza). A passeata acontece entre às 8h e 12h e deve reunir mais de 100 pessoas.

Transplantes
Dados da Central Estadual de Transplantes, fornecidos após pedido da reportagem, mostram que 57 moradores de Barueri e Santana de Parnaíba foram beneficiados com a doação de um órgão no ano passado. Isso corresponde a apenas 2,4 dos transplantes feitos em todo o Estado, que somaram 2,3 mil procedimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.