Especialistas alertam para aumento de casos de síndromes respiratórias no período

0
325
Campanha de vacinação contra Influenza, que acontece em 18 salas em Barueri, seguirá até o dia 31

População deve manter imunização vacinal em dia. Em Barueri, vacinação contra gripe segue até o dia 31

Entre o fim de maio e o início de agosto é a época do ano em que há maior circulação dos chamados vírus respiratórios, além do novo coronavírus (Covid-19). É o que alertam os especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Segundo a instituição, este é o período em que as síndromes respiratórias agudas graves (SRAG) costumam aparecer mais na maior parte do país.

A fundação destaca que, em estados como São Paulo, o aumento destes casos acontece entre meados e fim de maio até fim de julho e início de agosto. Em contrapartida, o Estado de São Paulo passa por um plano de flexibilização do isolamento social e retomada da economia no Estado de São Paulo.

A redação realizou um levantamento por meio das declarações de óbitos registradas no Brasil, disponíveis no Portal da Transparência, que mostrou que, em maio deste ano, 497 mortes por SRAG foram registradas no Estado. Já no mesmo período do ano passado foram 37, uma alta de 1.243%.

“Em relação às doenças respiratórias, os principais cuidados que a população deve tomar para evitá-las são manter a imunização em dia, com base no calendário vacinal, lavar as mãos com frequência, praticar a etiqueta respiratória, que preconiza cobrir o nariz e a boca com o braço ou com um lenço descartável ao tossir ou espirrar, e evitar contato com pessoas que apresentem sintomas respiratórios”, afirmou Angélica Barbosa, infectologista do Hospital Municipal de Barueri (HMB).

Covid-19 em Barueri
Nesta quinta-feira (4), segundo dados do Governo de São Paulo, o Estado registrou 129.200 casos confirmados da Covid-19. Há uma semana, ou seja, no dia 28 de maio, eram 95.865, um aumento de 34,77%.

Em Barueri, o cenário também é de crescimento da doença. De acordo com boletim epidemiológico da prefeitura, a cidade anotou nesta quinta-feira (4) 1.177 infectados, ante 1.026 no dia 28. A alta foi de 14,71%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.