Escolas municipais de Barueri estão acima da meta nacional

0
2053
Em 2015, de 51 escolas avaliadas, 37 superaram a meta nacional (Divulgação/Secom Barueri)

Após dez anos da criação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), 71% das escolas dos anos iniciais do ensino fundamental avaliadas em 2015 ainda não chegaram ao patamar mínimo de qualidade definido pelo Ministério da Educação (MEC). E 39% delas ainda estão distantes da meta nacional estipulada pelo próprio MEC para 2021, que corresponde ao nível 6 no Ideb (com variação de acordo com a meta de cada escola). O município de Barueri vai na contramão do país. Em 2015, de 51 escolas municipais avaliadas de anos iniciais, 37 atingiram a meta 6 ou mais, o que corresponde a 72,5%. A EEFMT Professora Maria Theodora Pedreira de Freitas, da FIEB, foi a melhor colocada, com índice 8. Ao longo da década, 80 instituições, incluindo as do último ano citado, se destacaram com o nível exigido.Os dados se referem as escolas municipais e são do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), com Tabulação do Iede (Interdisciplinariedade e Evidências no Debate Educacional) e foram passados a pedido da reportagem.Em Itapevi, no período citado, 17 unidades foram bem avaliadas. Já na cidade de Santana de Parnaíba, foram 14. O Ideb foi criado em 2005, depois que a Prova Brasil passou a ser censitária para o ensino fundamental, ou seja, aplicada em todas as escolas do país.

Ideb

É um indicador geral da educação nas redes privada e pública. Para chegar ao índice, o MEC calcula a relação entre rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e desempenho em português e matemática na Prova Brasil, aplicada para crianças do 5º e 9º ano do fundamental e do 3º ano do ensino médio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.