Escolas da rede abrigam rodas de conversa sobre violência sexual contra crianças e adolescentes

0
323
A conselheira tutelar Roselaine Soares iniciou o debate explanando sobre o desenvolvimento infantil, a naturalização de violências menos invasivas por falta de informação das pessoas e das relações de confiança entre pais e filhos. (Foto: Divulgação)

A Emeief Alfredo do Carmo, do Jardim Belval, sediou uma rodada de conversa com os pais das crianças das Emeis. O importante tema abordado foi “Rede de Proteção no Combate à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes”.

O evento contou com a participação da conselheira tutelar Roselaine Soares, do psicólogo Dimas Dion (da Coordenadoria de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher), Kennia Maximiniano (do Cras do Jardim Belval) e da assistente social da UBS do Jardim Belval, Ivani Maria Souza.

A conselheira tutelar Roselaine Soares iniciou o debate explanando sobre o desenvolvimento infantil, a naturalização de violências menos invasivas por falta de informação das pessoas e das relações de confiança entre pais e filhos.

Também foi apresentado um vídeo sobre a prevenção de abusos sexuais com uma animação representada por crianças, seguido de outro filme exemplificando a abordagem dos abusadores aliciando as crianças. O evento contou ainda com um momento mais reflexivo, seguido de um momento em que os participantes puderam fazer perguntas e tirar dúvidas quanto a denúncias e suas consequências para as vítimas e para os agressores.

Para o psicólogo Dimas Dion, a iniciativa é de grande importância para todos. “Vivemos num tempo em que a informação é tudo. Se não comunicarmos quais são todas as formas de abusos, pais, mães e crianças continuarão vulneráveis a ações de maliciosos. Esses abusos marcam a criança em seu desenvolvimento e interferem em sua formação moral e nos seus relacionamentos quando se torna adulta. A rede pública está realizando – coordenadamente em escolas espalhadas em todos os territórios de Barueri – um trabalho de prevenção direta com informações que serão multiplicadas pelos pais e mães que participaram”, explicou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.