Em Barueri, 350 estabelecimentos são fechados em primeiro dia da Operação “Vai Para Casa”

0
287
Segundo a prefeitura, todo o efetivo da Guarda Municipal, Demutran, Defesa Civil, Guarda Ambiental patrulharão a cidade durante os dias que a medida estiver em vigor Foto: Divulgação/Secom Barueri

O trabalho é feito em cumprimento ao decreto emitido no sábado (21) pelo prefeito Rubens Furlan, que ordena o fechamento dos comércios não essenciais por 15 dias

 

A operação “Vai Para Casa”, que foi iniciada no domingo (22) em Barueri, já fechou cerca de 350 estabelecimentos na cidade em apenas um dia. Foi o que revelou a prefeitura à redação. O trabalho é feito em cumprimento ao decreto emitido no sábado (21) pelo prefeito Rubens Furlan, que ordena o fechamento dos comércios não essenciais por 15 dias. O objetivo é conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo a prefeitura, todo o efetivo da Guarda Municipal, Demutran, Defesa Civil, Guarda Ambiental patrulharão a cidade durante os dias que a medida estiver em vigor. “Os estabelecimentos que descumprirem as regras se sujeitam à cassação do alvará de funcionamento e à imediata interdição”, afirmou.

A gestão afirmou que as equipes também estão orientando pessoas que estão circulando a irem para suas residências.

 

Denúncias

A administração de Barueri enfatizou ainda que o cidadão que notar algum estabelecimento descumprindo a regulamentação, é possível denunciar pelo telefone da guarda (4199-1400 ou 153).

Em Barueri, a quarentena para os estabelecimentos comerciais começou a vigorar neste domingo (22). Conforme a legislação, só podem atender o público presencialmente farmácias, serviços médicos e de saúde, hospitais, clínicas, mercados, açougues, mercearias, padarias, postos de gasolina, lojas alimentação para animais, oficinas mecânicas, empresas de limpeza, manutenção e segurança, distribuidores de gás e água mineral, transportes, bancos, correios e lotéricas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.