Diretor da Pinacoteca de Barueri descobre verdadeiro endereço da exposição de Anitta Malfatti

0
426
Edgar utilizou arquivos do jornal Estado de S. Paulo para encontrar o lugar. (Foto: Michela Brígida/Jornal de Barueri)

Após anos de pesquisas, Edgar Moretti localizou espaço onde aconteceu mostra que originou a Semana de 22

O artista plástico e diretor da Pinacoteca da Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri, Edgar Moretti, fez uma importante descoberta para a cultura nacional. Durante pesquisas particulares, ele encontrou o verdadeiro endereço da primeira exposição da artista plástica modernista Anita Malfatti (1889-1964), que deu ponto de partida para a Semana de Arte Moderna de 1922, marco na história da arte brasileira.

De acordo com Edgar, o movimento Modernista sempre lhe despertou muita curiosidade, fazendo com que ele se aprofundasse nos trabalhos de Mario e Oswald de Andrade, família Prado, Tarsila do Amaral e, principalmente, Anita Malfatti.

Pesquisando sobre a última artista, ele verificou que o endereço do local da sua primeira exposição, alvo de inúmeras críticas na época, nunca foi explicitado em jornais e acervos históricos, motivando assim, a sua busca pelo verdadeiro espaço.

“Procurei primeiramente nos livros, com historiadores e também na USP. Ninguém podia afirmar com certeza o local, diziam ser na Rua Libero Badaró, 111, no centro de São Paulo. A partir de 2015 comecei a pesquisar nos Arquivos do Acervo do Jornal O Estado de São Paulo”, conta Edgar.

Arquivo histórico

Dois anos depois de buscas, durante estudo sobre o livro Inquérito do Saci, de Monteiro Lobato, para um projeto com a Cultura de Barueri, Edgar se aproximou mais do verdadeiro endereço.

“O lançamento do livro aconteceu no mesmo lugar da exposição. Pedi ajuda ao Arquivo Histórico Municipal, soube que os números do suposto espaço na Líbero Badaró tinham sido alterados”, conta.

O artista foi então ao endereço apontado como correto e comparando fotos, teve a certeza de que era o local. “ Agora é um restaurante, que se chama “Pirandello, na Líbero Badaró, nº 332. Está descoberta traz a luz para um local que agora pode ser visitado e reconhecido como um dos pontos históricos da cidade de São Paulo”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.