Cuidadores poderão receber bolsa bem-estar animal

4
7186

Ainda em estudo, projeto vai oferecer ração, castração e vacinação para protetores da cidade

Ajudar protetores de animais individuais em Barueri. Este é o objetivo do projeto Bolsa Bem-Estar Animal, que está em estudo no município. Quem anunciou a novidade foi o secretário de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Marco Antônio de Oliveira, Bidú, da pasta responsável pela proposta, durante entrevista exclusiva ao Jornal de Barueri.

Segundo ele, o foco serão os protetores individuais, não ONGs. Estas pessoas nos ajudam muito. A ideia é que cada um deles tenha direito a
um número de castração, vacinação e ração, que ainda vamos estipular, e recebam o auxílio mensalmente. No inverno vamos oferecer cobertores, destacou.

Para receber o auxílio, Bidú ressaltou que esses protetores precisam estar cadastrados e ser de Barueri. A adesão será feita pelo serviço de proteção ao animal já desenvolvido e vamos fazer uma avaliação. Para o ano que vem, queremos que este projeto já esteja em funcionamento.

Rosa Maria da Silva Freire é moradora do Jardim Flórida e cuidadora há seis anos. Ela afirma que o projeto vai ajudar muitas pessoas engajadas na causa animal. Minha maior dificuldade é com ração e vacinação. Precisamos muito da ajuda, se for colocado em prática o projeto, ofereceremos um atendimento mais completo para nossos bichinhos, diz.

Daniela Lo Bello, protetora animal que mora há 35 anos em Alphaville, conta que ação vem em boa hora. Os gastos com veterinário, exames, remédios e até hotel são imensos. Por isso, acredito que a iniciativa vai beneficiar muitos cuidadores sérios, que precisam de um auxílio para cuidar destes pets, mas
que nem sempre têm condições, avalia.

 

Resgate Animal

O Resgate Animal, serviço da Prefeitura de Barueri que terá ambulância UTI equipada para atendimento de cães, deve iniciar seus trabalhos nas próximas semanas, de acordo com o secretário Marco Antônio. O veículo atenderá animais que estejam na rua doentes, agressivos ou atropelados. A solicitação de atendimento será feita por um número de WhatsApp, que será disponibilizado pela Secretaria do Meio Ambiente. Pessoas que não têm condições financeiras poderão entrar em contato também e faremos uma avaliação do caso, explicou Bidú.

Para comportar a maior demanda, o ambulatório do Centro de Proteção ao Animal Doméstico (CEPAD) será ampliado, tornando-se uma clínica. A expectativa é que cheguemos a 1.800 atendimentos por ano, todos gratuitos.

4 COMENTÁRIOS

  1. Está é uma attude muito consciente que é digna de povo civilizado! Porque o grau da civilização de um povo se mede pela maneira como seus animais são tratados!!! Parabéns aos idealistas deste projeto!

  2. Onde e como podemos fazer o cadastro? Minha irmã também é protetora individual e estamos com quase 30 animais (vítimas de abandono, atropelados e por aí vai)

  3. Parabéns ao município de Barueri ! Não se trata de exercer “caridade” alguma, pois os animais sob a guarda destes protetores individuais foram resgatados do abandono provocado por seus “donos-demônios”. Os cães e gatos uma vez abrigados são alimentados, vacinados e submetidos à cirurgia de castração – controle de natalidade destas espécies. Estas ações contribuem para a redução da transmissão de doenças à população humana e animal, além de proporcionar um aspecto de ordem e saúde à própria cidade ! Espero que se torne exemplo para outros municípios !

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.