Pela primeira vez, Conselho de Assistência Social é presidido pela sociedade civil

0
462

Num pleito tranquilo, foi eleita na quinta-feira (dia 6) a mesa diretora do Conselho Municipal de Assistência Social – CMAS. Pela primeira vez, a presidência será ocupada por uma organização da sociedade civil (OSC).

Com 11 votos, foi eleita para presidente Valéria dos Santos Dias, do Cepac. Sônia Maria Di Fiori Soares, representante da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads), ficou na vice-presidência.

Por norma, o cargo da secretaria executiva é indicado pelo órgão gestor, ou seja, pela Sads.

Importância do Conselho
Coube à Adriana Bueno Molina, secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, dar posse aos membros do CMAS, que terão mandato até 2022.

Adriana destacou a importância da participação efetiva de todos os membros do conselho. “Vocês terão a função de aprovar os projetos que serão financiados e contribuir para a política de assistência social do município”, frisou.

Valéria Dias agradeceu a confiança e declarou que o Cepac entende a real importância do papel das organizações da sociedade civil para o fomento das políticas públicas.

O Conselho
O CMAS tem composição paritária, ou seja, representantes do governo e da sociedade civil. Os do governo são indicados pelas secretarias municipais, já os da sociedade civil já haviam participado de uma eleição específica. São sete titulares e sete suplentes da administração municipal. Na sociedade civil, o número é o mesmo, mas há uma subdivisão: cinco são representantes das OSCs, um representa os trabalhadores do SUAS, e outro, os usuários do SUAS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.