Comércios abertos em Barueri devem seguir um protocolo sanitário

0
3509
Nesta quinta-feira (11), Prefeitura de Barueri publicou um decreto autorizando a abertura imediata do comércio

Segundo decreto publicado nesta quinta (11), entre as medidas estão manter a distância mínima entre pessoas de 1,5 metro e exigir uso de máscara. Estabelecimentos que não cumprirem podem ter alvará caçado

Um decreto publicado nesta quinta-feira (11) pela Prefeitura de Barueri autorizou a abertura imediata dos comércios de rua na cidade. A medida se antecipa à determinação do Governo do Estado que diz que os estabelecimentos só poderiam abrir as portas a partir de segunda-feira (15).

Mas, para a retomada das atividades, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde de Barueri elaborou um protocolo sanitário que os estabelecimentos devem seguir para uma reabertura segura.

“Para uma abertura consciente e que possa atingir os objetivos de evoluir para maior flexibilidade, sem que possa aumentar a proliferação da pandemia hoje instalada em nosso município, necessitamos seguir algumas regras básicas gerais para todas as atividades, sendo consideradas imprescindíveis”, descreveu o documento publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (11).

Entre as principais medidas descritas no protocolo estão as de manter a distância mínima entre pessoas de 1,5 metro em todos os ambientes, medir a temperatura corporal dos funcionários e clientes na entrada do estabelecimento e exigir o uso de máscaras por funcionários e clientes.

Há ainda a recomendação de, sempre que possível, demarcar as áreas de fluxo de pessoas para minimizar o número de pessoas no mesmo ambiente, sinalizar no chão a posição em que as pessoas devem aguardar na fila e definir horários diferenciados para o atendimento às pessoas do grupo de risco.

De acordo com o documento publicado, “o descumprimento do disposto neste decreto sujeitará o infrator à cassação do alvará de funcionamento e interdição do estabelecimento”.

No site da prefeitura (portal.barueri.sp.gov.br), é possível acessar o decreto na íntegra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.