Com prédios próprios e completos, CAPS de Barueri estão de casa nova

0
425
Em celebração à entrega das novas instalações, houve apresentações culturais diversas, rodas de conversa e exposições artísticas. (Foto: Divulgação)

Há 19 anos, quando nasceu o primeiro Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) em Barueri – o segundo do Estado de São Paulo -, a equipe de Saúde Mental que encabeçou essa empreitada nem conseguia imaginar que um dia desfrutaria de uma infraestrutura tão completa quanto a que foi entregue na sexta-feira (dia 31 de maio) pela Prefeitura Municipal. O complexo que abriga as três unidades fica na Rua José Maria Balieiro, no Centro Comercial.

Um gostoso clima de festa invadiu as novas instalações dos três CAPS: o Infantojuvenil – Trilha; o Adulto – Estação; e o AD – Álcool e Outras Drogas, quando os prédios foram abertos pela primeira vez aos seus usuários. Em celebração à entrega das novas instalações, houve apresentações culturais diversas, rodas de conversa e exposições artísticas.

Após grandes investimentos da Prefeitura de Barueri, agora cada um dos três CAPS possui prédio próprio com uma infraestrutura completa. Os três contam com ambientes para recepção e acolhimento, salas de atendimento, oficinas de arte, enfermarias, salas de observação e medicação, salões de convivência, cozinha, refeitório, áreas de convívio externas e setores de administração, dentre outros.

No CAPS AD – Álcool e Drogas a estrutura é maior, comportando dois andares, já que o local também abriga o serviço de Hospitalidade Noturna. O prédio conta com oficina de culinária, sala para terapia ocupacional e sala multimídia.

O paciente Daniel, que frequenta o CAPS Adulto há 16 anos, fez questão de discursar na ocasião. “Quero agradecer muito pelo espaço que deixaram pra nós, todos estamos felizes, faz 16 anos que eu estou nesse tratamento, eu participo da oficina de brigadeiros, e o lugar aqui é muito bom, agradeço a Deus”, disse durante a celebração.

Ampliando cada vez mais 
Conforme explica a diretora de Saúde Mental de Barueri, Ana Paula Briguet, o CAPS é um projeto do governo federal, mas são as prefeituras que acabam custeando as maiores necessidades dos equipamentos. Atualmente, os três CAPS do município realizam cerca de 1.800 atendimentos ao mês e agora entram para o pequeno grupo dos que possuem sedes próprias.

Participando ativamente da construção dessa rede de saúde mental em Barueri desde o início, Ana Paula atribui tais conquistas à força dos trabalhadores e também ao olhar da gestão nesse momento para a área. “Estamos em um momento com muitas ampliações como nunca teve antes. Hoje temos uma rede dos três CAPS, da Residência Terapêutica, Consultório na Rua, equipes mais ampliadas na Atenção Básica. A gente teve um aumento muito grande da estrutura de saúde mental no município”, garante a coordenadora.

“Em termos de região, da Rota dos Bandeirantes, a estrutura que a gente tem hoje está muito em consonância com o que é preconizado. Toda a construção seguiu o manual preconizado pelo Ministério da Saúde, garantindo todos os espaços que são ideais para as ações que a gente realiza. Agora a gente tem a estrutura necessária para desenvolver esse trabalho e eu acho que isso é de uma preciosidade imensa. Estamos garantindo, enquanto gestores, espaços adequados para o desenvolvimento das nossas ações, e em termos de região a nossa rede está do começo ao fim, e ainda temos perspectiva de mais ampliação”, comemora Ana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.