Centenas de pacientes já se beneficiam do Novo Centro de Hemodiálise de Barueri

0
1092
A meta da Secretaria de Saúde é zerar a fila de moradores de Barueri que precisavam sair do município para fazer o tratamento. (Foto: Divulgação)

Não é nada fácil ter de se submeter a um tratamento de hemodiálise. Três vezes por semana, durante quatro longas horas, os pacientes renais ficam ligados a máquinas que fazem o papel que o rim doente já não consegue fazer. Não há escolha, é uma questão de sobrevivência, no entanto, alguns fatores podem contribuir bastante para que a qualidade de vida dessas pessoas melhore, como poder fazer  o tratamento mais perto de casa.

Foi para atender a esta demanda que a Prefeitura de Barueri investiu fortemente no seu novo Centro de Hemodiálise Dra. Sandra Vicenza Sarno, localizado em um anexo do Hospital Municipal de Barueri (HMB). As atividades do equipamento foram retomadas no dia 15 de maio e, de lá pra cá, a capacidade de atendimento triplicou. Antes, o local conseguia atender 100 pessoas no máximo, hoje, havendo necessidade, pode atender até 300 pacientes.

Maria do Rosário de Jesus sentiu na pele o impacto desse investimento. “É uma nova vida, porque sem isso eu nem conseguia cuidar das minhas filhas. Tenho duas crianças pequenas e não conseguia cuidar delas porque a gente incha muito, fica muito mal e fraca e quando o tratamento começa a gente já vê o resultado. É uma nova chance de sobreviver”, celebra a munícipe.

Zerando a fila da cidade
No momento,  o Centro está atendendo 140 pessoas, mas a partir de 1º de julho mais 35 munícipes que aguardavam na fila começarão seus tratamentos localmente. Com isso, a Secretaria de Saúde conseguirá zerar a fila de moradores de Barueri que precisavam sair do município para fazer o tratamento.

O morador Eduardo Carlos Alves, de 63 anos, comemora o conforto de poder seguir com seu tratamento mais perto de casa. “Maravilhoso! Isso não vai favorecer só nós, vai favorecer um monte de gente que fazia fora, igual eu fazia também. Levantava muito mais cedo. A saúde de Barueri não é nem 10, é 100, o prefeito faz muito pela gente”, destaca Eduardo.

Para quem é do primeiro turno da diálise, como Eduardo e Maria do Rosário, o tratamento começa às 6 horas da manhã e vai até as 10h. As turmas recebem lanches preparados pela equipe de nutrição de acordo com as restrições alimentares de cada paciente. Além desse cuidado e de todas as ações realizadas pela equipe de humanização do Hospital voltadas a usuários e seus familiares, a tecnologia também traz maior conforto e segurança.

Além do esperado
Investir em tecnologia de última geração também foi uma preocupação da Prefeitura, que buscou por estações de diálise das mais avançadas disponíveis no mercado, conforme explica o médico nefrologista Agostinho Filgueira, coordenador da nefrologia do HMB. “Essas que a gente recebeu agora são máquinas mais modernas, tem alguns recursos a mais, máquinas que, em termos de tecnologia pra esse tipo de tratamento, são das melhores que existem”, garante o especialista.

Filgueira fala com orgulho da nova máquina de osmose reversa que chegou com as estações atuais. A aparelhagem, que ocupa uma sala inteira, tem o diferencial de realizar um tratamento chamado duplo passo.

“As máquinas de hemodiálise usam água tratada para fazer a filtragem do sangue, só que essa água não pode ser comum. Os aparelhos de osmose reversa fazem todo o tratamento da água, a retirada de sais minerais, bactérias, toxinas, sai uma água praticamente pura para não trazer nenhum problema ao paciente. Nós temos uma máquina de osmose reversa que é, também, uma tecnologia das mais avançadas em termos de tratamento de água para hemodiálise”, detalha.

Segundo o médico, o duplo passo faz essa filtragem duas vezes. “Na grande maioria das unidades de diálise não tem esse tratamento e nem é exigido pela vigilância, mas é uma coisa que as hemodiálises estão começando a fazer visando essa qualidade da água porque é mais seguro para o paciente”, frisa Filgueira.

Em Barueri, o Centro de Hemodiálise funciona de segunda a sábado e o atendimento é destinado exclusivamente a adultos. Antes da ampliação o serviço contava com 20 estações, hoje elas são 70 ao todo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.